Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

29
Jul14

Uma cadela diferente

Interagir com a Molly tem sido uma experiência diferente de todas as outras. Ela tem uma personalidade forte, é inteligente, tem energia para dar e vender, mas também dorme como se de um bebé pequenino se tratasse. É delicioso vê-la a brincar com a Olívia, que a adoptou como filha, assim como é espantoso ver como ela ladra à "velhota" - a nossa Mimi, que já não tem paciência para ninguém, muito menos para uma cadelita arrebitada.

A Molly vai ter a sorte que os outros não têm de ser mais "transportável". Eu amo os meus cães, adorava mostra-los ao mundo, tal como gosto de mostrar os meus sobrinhos lindos ou os meus maravilhosos pais: mas tenho medo. Eles são demasiado grandes para alguém, com o meu porte, controlar; tenho coleira de "esgana", posso tê-los controlados, e alguns deles até são sossegados, mas sei que se avistarem algo e eu não estiver à espera, me arrastam com eles até onde quiserem e, com sorte, ainda me partem um braço pelo caminho. Não arrisco, porque já me aconteceu (tenho uma queimadura no joelho que o comprova), e os meus passeios com os cães são agora restritos a esta zona, onde os posso trazer para casa com alguma rapidez.

Mas como a Molly é bastante mais pequena, consigo ter mais controlo sobre ela (e pegar-lhe, se for preciso, mesmo quando atingir o porte adulto). Ando determinada a ensinar-lhe uma série de coisas, passo a minha vida a ver vídeos no YouTube sobre como ensinar os cães a sentar, deitar, ficar, andar de trela e mais uma série de coisas, mas ela nem sempre me facilita a vida. É muito enérgica, só faz o que eu lhe mando na presença de recompensas, cansa-se dos biscoitos e a certa altura já só brinca com eles, não os comendo. É inteligente, percebe as coisas... mas se calhar é inteligente demais! Temos treinado todos os dias, que estou decidida em torna-la numa cadela exemplar. Quero mesmo muito passeá-la, leva-la a tomar café, vê-la molhar-se na praia, a crescer e ser feliz, tal como os outros que tenho aqui em casa. Vai dar trabalho, mas no fim vai ser bom.

 

 

3 comentários

Comentar post

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking