Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

17
Set17

Um regresso maravilhoso

O ano ainda não acabou, mas eu quase me arrisco a dizer que a decisão de voltar ao piano foi das melhores que tomei em 2017. Parece ser daquelas raras situações em que uma pessoa tinha saudades mas só nota quando se reencontra com algo. Estas duas semanas foram de um reencontro bonito. O redescobrir de algo que gosto muito e que, acima de tudo, me relaxa e ajuda a focar só na música, deixando os problemas fora do piano (esta era uma vertente que, quando eu tinha dez anos, não conseguia apreciar, mas que agora valorizo imenso).

Dou por mim a sentar-me ao piano mal tenho quinze minutos livres - mesmo com sono, mesmo com dores de cabeça, mesmo com lágrimas a rolarem-me pela cara abaixo. Tem sido o sítio perfeito para canalizar as más energias e transforma-las em algo bonito: o que, nestas semanas, tem sido particularmente útil.

Como já tinha a formação base não comecei mesmo do principio e a professora deu-me uma peça mais avançada do que à partida eu achava conseguir ter pronta até ao fim do mês. Mas à medida que os problemas e as dúvidas foram aparecendo, eu fui perguntando, relembrando coisas que já tinha esquecido há dez anos atrás, e a evolução acabou por ser muito rápida. Em duas semanas consegui ter a peça pronta - e fiquei tão, tão feliz e orgulhosa! É de facto uma sensação especial começar do zero, com uma música e uma pauta que nos são estranhas, e elas depois acabarem por fazer parte de nós, entranharem-se de tal forma que os nossos dedos já as tocam praticamente sozinhos.

Talvez por estar a rever muitas coisas que não me lembrava, sinto que estou a andar muito rápido. É provável que isto abrande nos próximos tempos, até porque nem sempre terei tempo para treinar duas vezes por dia, tal como tenho feito - mas tem-me dado um gozo imenso sentir que melhoro a olhos vistos de cada vez que toco, ver-me a ultrapassar as dificuldades, os "nós" e os erros sistemáticos que às vezes criamos quando estamos a aprender a tocar algo. É motivador perceber que as diferenças são significativas quando o treino é regular e intenso - o que me faz sempre querer tocar mais. Às vezes penso "ok, esta é a última vez e depois vou embora"; mas essa tentativa não correu bem, errei ali e acolá, por isso repito, dizendo para mim mesma "mas é mesmo a última vez!". E depois torno a errar. E a repetir. E a errar. Até aquilo sair bem ou, no mínimo, até me sentir satisfeita com a evolução.

Acho que conspirou a meu favor: o timing que escolhi para voltar - estou numa fase em que preciso urgentemente de algo que me motive e me faça descarregar as más energias -, a escola que encontrei para me reencontrar com o piano, a professora que rege essa escola e os seus métodos de estudo, o facto da minha sobrinha não utilizar o piano dela e poder eu usufruir desse privilégio. Neste aspeto, estas duas semanas foram maravilhosas e mal posso esperar para me sentir mais à vontade para tocar as músicas que gosto, que ouço e que canto a altos berros no carro - e poder presentear os outros com elas.

Para já, e porque é mesmo um orgulho imenso para mim ter conseguido trabalhar uma peça que, ainda que não seja difícil, é desafiante, mostro aquilo que treinei nestes quinze dias. Ainda não está perfeito, há detalhes a polir. Mas já estou feliz com este resultado.

 

 

3 comentários

Comentar post

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking