Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

08
Jul14

De umas calças largueironas para uma saia

Como já tinha aqui contado, ando uma "do it yourself" (DIY) girl. Deu-me, assim de um dia para o outro, e agora com o verão é altura de pôr as mãos na massa. Tenho ideias e tenho vontade - tudo o que é preciso para fazer as coisas, pelo menos, com alegria (não quer dizer, necessariamente, que saiam bem). O próximo projeto, em principio, vai ser um estojo, que vai testar as minhas capacidades recentemente adquiridas na máquina de costura.

Mas bem, o meu último DIY foi a transformação de umas calças largueironas - umas que estavam muito na moda há uns dois anos - numa saia. Ao dar uma reviravolta no meu armário deparei-me com aquelas calças, compradas algures na feira por um preço irrisório, mas que nunca usei muito, por serem muito grandes e pesadas para ir para a praia. Ia dá-las, mas a minha mãe sugeriu fazer algo de diferente com elas. E assim foi.

Podia mentir e dizer que fiz este trabalhinho todo sozinha, mas não: o trabalho foi quase todo da minha mãe, porque a tarefa adivinhou-se bem mais difícil do que parecia. O tecido estava enviesado (torto), e o diâmetro das antigas calças era enorme (mais de dois metros, parecia que não acabava). Não teria conseguido fazer sem os conhecimentos dela e sem a sua paciência. Aprendi a fazer uma saia - que, em circunstâncias normais, até seria fácil (por exemplo em ganga), por isso, apesar da minha pouca participação, ganhei uma saia nova e mais experiência.

Ficam as fotos que o comprovam.

 

As calças:

 

A saia (abaixo do joelho):

 

20
Jun14

Do it yourself

Ando muito virada para as coisas "do it yourself" (diy). Nunca fui muito de bricolages, nunca tive muito jeito de mãos mas, sei lá, apeteceu-me - talvez por ver o verão a aproximar-se e saber que, mal esteja de férias, vou precisar de alguma coisa com que me entreter.

Comecei por fazer a minha própria coroa de flores - por causa do picnic de aniversário da minha mãe e depois de ter ido à Tiger e ver uma série de coisas giras (muitas delas trouxe - como disse ao pessoal na festa, a decoração foi "patrocinada by Tiger"), achei que toda a gente devia ter uma coroa. Claro que me esqueci do facto de aquilo demorar tempo e eu estar em época de exames, pelo que só consegui acabar uma a tempo e, no dia da festa, esqueci-me de a utilizar. Fui aos chineses, comprei flores falsas e fita verde, e com a cola quente e o arame que tinha cá em casa pus mãos à obra. E rebentei de orgulho com o resultado!

Por outro lado, também andava há muito tempo para aprender a mexer na máquina de costura. Pode parecer fácil, porque quem manuseia aquilo há muito tempo assim o faz parecer; mas nos primeiros tempos não é assim. Aprender a enfiar a máquina, os seus truques, como se faz o ponto em linha e o em zigue-zague, como se aumenta a amplitude, como se coloca a canela... essas coisas todas demoram o seu tempo. Já tinha aprendido mas tornei a reaprender - primeiro porque acho uma fortuna o preço que se paga por, por exemplo, se mandar subir uma bainha, e quero ser capaz de o fazer; segundo porque sempre estive ligada aos têxteis e, se ganhar mais traquejo, não escondo a vontade de fazer algumas das minhas próprias roupas; terceiro porque dá sempre jeito, para qualquer eventualidade, saber manusear uma máquina de costura, algo que nos dias de hoje não é assim tão vulgar.

Peguei, portanto, numas calças que se tinham rasgado (não percebo como é que estes desastres estão sempre a acontece nas minhas calças, mas enfim), cortei-as, fiz-lhes a bainha e ainda lhes pus uma renda para não ficarem só uns calções de ganga sem graça nenhuma. Se ficaram perfeitos? Não, claro que não. Há várias falhas: a linha não está certinha, a bainha deveria ter sido feita mais acima, não rematei as linhas como devia. Mas estão feitos, e foram só os primeiros. Talvez seja um inicio prometedor (talvez, se isto continuar, faça aqui uns tutoriais, hun?).

 

 

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking