Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

02
Set18

Pela hora de verão, alé, alé

Eu não fui uma das pessoas que votou na sondagem da União Europeia sobre a mudança da hora. Não fui porque não o consegui fazer no telemóvel, embora tenha tentado várias vezes. E foi por isso com grande alívio que recebi as notícias dos últimos dias, que revelam que cerca de 80% das pessoas que votaram querem acabar com a mudança da hora – algo que eu também quero há muitos, muitos anos (daí ter tentado votar e ter ficado chateada por não ter conseguido).

É claro que agora, como em tudo, se insurgem mil e uma vozes contra. Que seria de uma mudança destas se não tivesse opositores? É mau porque faz mal às crianças, é mau porque as pessoas precisam de dia para acordar verdadeira, é mau por isto, é mau por aquilo. Para mim, a única coisa de mal que esta mudança pode trazer é a aniquilação de um dia muito feliz, que surge inevitavelmente uma vez por ano: o dia em que mudamos para a hora de verão. Por outro lado, também acaba com um dos dias mais infelizes, aquele em que roubamos uma hora de luz ao nosso dia. Por isso é ela por ela.

Acho que todas estas desculpas que os especialistas estão a trazer ao de cima – que, para mim, não passam mesmo de desculpas – se argumentam com casos reais, Como é que fazem as pessoas que vivem mais perto dos pólos? Como é que dormem, vivem e acordam os islandeses (e outros tantos), que têm épocas de só de dia e outras só de noite? E que diferença faz, para a maioria das pessoas, o sol nascer às sete e tal ou às oito e picos da manhã? Nesse período estamos quase todos entre o fim do sono, o acordar, a rotina diária e o sair de casa. Não é muito melhor termos mais uma hora de dia para aproveitar – essa sim, em que todas as pessoas com horários normais estão de pestana aberta e sedentas de sair do trabalho ou da escola com um bocadinho de luz natural, de forma a aproveitar um bocadinho o dia?

Lembro-me perfeitamente de, no meu 8º ano, em que tive um horário estapafúrdio em que acabava as aulas muitas vezes às 18.30h, sair da escola e ser escuro como breu. O cenário repetiu-se certamente ao longo dos anos, mas esse ano marcou-me: era escuro e frio demais, sentia-me como se tivesse a andar na rua às tantas da manhã. Com noite às cinco e tal da tarde uma pessoa tem a tendência para se aninhar e sentir menos viva, de sair menos, de se enrolar numa manta e esconder do mundo. O verão é maravilhoso não só pelo tempo e pelas férias, mas também por ter dias que se esticam e que parecem não acabar. E se podemos trazer um bocadinho disso para o Inverno sombrio, por pouco que seja, acho que chegou a hora de tentar. E não pode ser por acaso que tantas pessoas tenham a mesma vontade. Estou mesmo a fazer figas para que esta medida vá para a frente.

1 comentário

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking