Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

04
Fev14

O ginásio devia deixar de ter espelhos

Eu sei que ninguém concorda com isto: que é preciso ver os movimentos que o professor está a fazer, que em certos casos é bom para ver a coordenação com os nossos colegas, que dá para ver os nossos próprios erros e blá blá blá whiskas saquetas. Mas eu não gosto. Não gosto, primeiro, porque quando faço desporto, das duas uma: ou fico pálida, fazendo inveja a um zombie, ou vermelha, parecendo prima de um tomate. Em qualquer dos momentos, fico sempre horrível.

Mas também não gosto porque odeio ver as minhas figuras. A minha mãe diz que não, que eu me porto muito bem, mas eu tenho para mim que danço horrivelmente. E eu, normalmente, até me consigo rir de mim própria (os professores devem achar que estão a dar aulas a uma louca, porque há certos momentos que começo a sorrir - e às vezes a rir - como uma parva; o que eles não sabem é que me estou a rir de mim, da minha autêntica descoordenação de movimentos e da minha incapacidade de muitas vezes apanhar uma coreografia em tempo útil - porque quando lhe apanho o jeito, já todo o resto do pessoal está dois passos à frente), mas há dias em que não, deprimo mesmo por ser um desastre e por estar ali ao lado de pessoas que, aparentemente, conseguem fazer aquilo tudo com alguma facilidade e eu, embora me esforce, continuo a parecer um robô dançante. 

Se calhar é o meu trauma a falar mais alto. Eu digo isto na brincadeira, mas a brincar se dizem as verdades, não é? Nunca tendo sido eu uma pessoa muito à vontade com o meu corpo, vi-me obrigada a dançar em frente a pessoas durante três anos seguidos, com coreografias horrendas e humilhantes e muitas vezes usando roupas com as mesmas características. Dancei de anjo, andorinha e de mini-saia em frente à escola toda (e eu, anos mais tarde, andei muito de vestidinhos, mas naquela altura não usava mais nada para além de calças - veja-se, portanto, o drama). Aquilo mexeu comigo. Para a vida, quem sabe! 

Eu posso estar num bar ou uma discoteca, mexo os pés e um bocadinho da anca (aquilo que consigo mexer, porque eu tenho plena consciência que não conheço metade dos meus músculos e às vezes fico a olhar para certos movimentos e só me consigo perguntar "como é que ela fez aquilo?") e fico-me por aí. Ainda no ano novo estive a dançar com o meu tio (que sabe muito da coisa) e só eu sei o que me custou - é que, para além de dançar mal originalmente, ainda consegui dançar pior, por estar ali rígida e no pleno do meu desconforto. 

Enfim, o que uma pessoa não faz para tentar estar em forma! É legítimo as pessoas olharem-me incrédulas quando eu digo que faço Zumba - pelo menos aquelas que me conhecem, tendo em conta que todas as outras me dizem "não gostas de dançar? Como é que não gostas de dançar? Dançar é uma coisa maravilhosa!". Não, meus amigos, para mim dançar é tudo menos maravilhoso. E, de facto, nem eu sei como fui parar a uma actividade dançante... 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking