Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

24
Ago16

"Mudaste."

"Mudaste" é capaz de ser das palavras que mais ouvi este verão. Subitamente, toda a gente me decidiu dizer que mudei, que cresci. E eu, num instinto de defesa antigo, digo que não, que estou igual.

Associo sempre essa forma do pretérito perfeito do indicativo do verbo mudar a algo pejorativo. Talvez seja um preconceito vindo de todas os dramas que vi e li, em que um romance incrível acaba com essa palavra pequenina mas tão impactante como um punhal dirigido ao peito. "Mudaste", como quem diz: "já não és aquilo que eras, já não és a pessoa que conheci, já não és a pessoa de quem um dia gostei". Porque nos livros e nos filmes é sempre uma palavra dita tristemente, com sabor a fim - e soa-me estranho que mo digam levemente, como quem fala do tempo. Não o consigo levar como uma coisa positiva, ainda que me sorriam pelo meio - sinto sempre um julgamento implícito, nem que seja um "mudaste para melhor, e ainda bem, porque antes eras impossível".

Há uns tempos disseram-me, alegremente: "cresceste tanto, Carolina!". E eu, com toda esta história do "mudaste" e toda a sua conotação, só pensei "mas antes eu era assim tão criança?". Percebi na hora que era um elogio, mas aquela frase pequenina caiu-me de forma imprevisível. Porque, não sabendo se na realidade mudei ou não, o que sei é que há muito tempo que estou satisfeita com a pessoa que sou - sempre gostei de mim, com todos os meus defeitos e manias. Mas, aparentemente, o mesmo não se passava com todos os outros há minha volta, se essa mudança é tão notada e ainda por cima há a necessidade de a afirmar em alta voz.

5 comentários

Comentar post

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking