Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

17
Abr14

Dançar... outra vez...

Eu passei anos da minha vida a dançar revoltada, daí esta minha relação difícil com a dança. Com a zumba (e já antes) dançar sozinha já não era um problema assim tão grande: já me safo bem e mesmo quando sou obrigada a estar numa pista de dança já consigo mexer os pés e não ficar ali especada. Mas dançar a pares é outra história.

Naqueles anos em que o meu trauma ia aumentando dia após dia (e foram três anos) a minha turma tinha 22 raparigas e 5 rapazes, se não estou em erro. As aulas de dança eram dadas por turnos e, dada a discrepância entre sexos, no meu turno só havia raparigas. Ou seja, sempre que dançávamos a pares, era sempre com uma rapariga: e, só por acaso, eu fazia sempre o papel de homem. Moral da história? Eu, ainda hoje, não sei dançar no papel de mulher.

Mas até agora tal não me perturbou. Eu não tenho namorado, ninguém me convida para dançar (e fazem eles bem), eu também não vou a discotecas ou bailaricos e, como tal, as situações não se proporcionam (a não ser na passagem de ano em que um tio meu me obrigou a dançar com ele e eu me senti como um boneco nas mãos seguras dele, enquanto eu estava praticamente petrificada de medo e vergonha). Até agora. Na zumba, às vezes, da na real gana da professora pôr-nos a dançar a pares. É pouquinho, mas o suficiente para me deixar em alerta vermelho. Por acaso só há um homem na turma - o que todas querem dançar: menos eu. Mas, claro, karma is a bitch e, um dia destes, lá me calhou a mim a "sorte" de dançar com o senhor. E ajeitarmo-nos? Eu punha o braço dum lado, ele mudava, eu depois eu não sabia onde pôr a mão... uma confusão. Acho que no fim devemos ter dançado uns três segundos, porque todo o restante tempo estivemos a decifrar a posição em que os nossos braços deviam estar. Não foi bonito. Na aula seguinte dancei com uma rapariga: era um estúpido de um forró - que eu não sei dançar!!! - e também não nos ajeitamos; por minha culpa, a rapariga calcou-me e pediu-me imensas desculpas e... enfim, um desastre. Acho que sou um caso sem solução: já nem para dançar de homem sirvo. 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking