Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

28
Out15

As fotos são o que fazemos delas

DSC_0066.JPG

 

 

Uma das coisas que estou a aprender no curso de fotografia é a valorizar a fotografia; valorizar o momento em que se tira, pôr nela a nossa carga de conhecimento e sentimento necessários para que aquela captura seja boa, seja única e que fique para sempre e não fique no meio de umas 30 que tiramos de uma só vez a uma mesma coisa para garantir que uma delas sai bem, numa espécie de tentativa e erro consecutiva e exaustiva. No fundo é passar para o digital aquilo que tenho tentado fazer com a minha polaroid, onde aplico a mesma filosofia e tento deixar para trás esta nova moda de tirar foto a tudo, a toda a gente e em todos os momentos da nossa vida.

Houve duas pessoas que me entusiasmaram desde cedo para o mundo da fotografia e é também por causa deles que hoje estou a tirar o curso: são elas o meu irmão e o meu pai. Sempre os vi de máquina na mão, querendo registar os melhores momentos das nossas vidas. São fotógrafos diferentes, mas inspiram-me cada um da melhor forma: o meu pai mais clássico e o meu irmão mais artístico, como não podia deixar de ser. Foram várias as vezes em que me tentaram explicar termos como "tempo de exposição", "abertura de diafragma" e etc., mas eu sentia-me sempre um bocadinho burra e que o conhecimento que eles me tentavam passar nunca chegava a bom porto. Agora, finalmente!, já começo a perceber tudo isto.

A foto acima foi tirada no dia em que comprei a minha nova máquina, comprada de propósito para este curso. Na altura o meu irmão ainda cá estava e, mais uma vez, deu-me uma mini-lição sobre pormenores técnicos da fotografia, utilizando a máquina em modo manual e uma objetiva sem a possibilidade de foco automático. Aqui sim, foi uma questão de tentativa e erro, para ir vendo os resultados que íamos obtendo. Enquanto ele fazia testes e apontou a máquina para mim, só tive tempo de desfazer o puxo atabalhoado com que ando sempre aqui em casa e sorrir. Saiu a foto acima - desfocada, com falta de luz mas que eu adoro, de coração. Porque foi ele que ma tirou, porque foi no momento certo e tem uma história por detrás. Porque as fotos são o que fazemos delas.

1 comentário

Comentar post

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking