Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

18
Jul15

A Santini no Porto

Praticamente um mês depois de ter aberto ao público, consegui ir à nova Santini do Porto, situada na nova zona in da cidade (junto da rua das Flores). Antes de abrir (e mesmo antes de ser anunciado) ansiei muito por este momento, mas devo admitir que, agora que abriu, percebo que vai ser mais um local para ir com amigos de fora, muito de vez em quando. 

Esperei mais de um mês para lá ir porque, segundo me disseram, nos primeiros dias a geladaria tinha filas até cá fora (e eu não estava para isso); por outro lado, comecei a fazer gelados em casa (cada dose de gelado fica-me mais barato que uma taça pequena na Santini) e, os poucos gelados que como, são agora aqueles que faço (sem corantes, conservantes e super genuínos!). Mas, ainda assim e depois de tanto alarido, e porque estava a passar ali ao lado, decidi experimentar.

Posso dizer, honestamente, que me arrependi logo, mal entrei. Julguei mal a fila e, quando me vi entranhada lá no meio, só queria fugir (não era, efetivamente, até à porta como me haviam dito - mas quase!). Demorei entre cinco a dez minutos a ser atendida e desconfio que o calor abrasador que se sente lá dentro é uma bela técnica de marketing para o pessoal comer gelados - depois de se estar naquela fila, o calor é tanto que comer qualquer coisa fresca não é um desejo mas sim uma necessidade. O espaço onde se servem os gelados é muito pequeno e os empregados ainda estão muito pouco coordenados - o que resulta em demasiada demora no serviço, consequente atraso em despachar clientes que, por sua vez, também atrasa a fila de pré-pagamento (que é logo ali ao lado e, se pára uma fila, a outra também não avança porque não há grande espaço para meter pessoas). 

Mal paguei, já a suar em bica, deparei-me com o quadro de sabores: o meu preferido (doce de leite) "não estava disponível de momento". Pela 52º vez naqueles minutos apeteceu-me zarpar dali, guardar o talão para mais tarde e voltar num dia mais inspirado. Mas pensei no post que podia escrever e aguentei, enquanto olhava para a lista de sabores e me decidia. Acabei por escolher coco e chocolate, em parte para os comparar com os meus gelados e perceber diferenças e possíveis melhorias que posso fazer no futuro. Cheguei lá fora, respirei fundo (apesar de estar um dia de sol, estava-se melhor fora do que dentro do estabelecimento), alambazei-me com o chocolate e o de côco nem sequer comi até ao fim.

Cheguei a uma rápida conclusão: os gelados são bons, e isso ninguém lhes tira. Alguém que nunca os tenha comido em Lisboa vai acha-los espetaculares e, se for resistente ao calor abrasador, talvez tornar-se cliente assíduo. Mas, para mim, Santini é Lisboa. É sinónimo de descoberta da cidade, lembra-me os primeiros dias em que comecei a explorar Lisboa e a apaixonar-me por ela. A Santini é a minha amiga C. que me levou lá pela primeira vez, são aqueles tempos bons que nunca hei-de esquecer. A Santini, no fundo, é muito mais do que uma loja de gelados: é um marco, uma memória especial que, descentralizada do seu local, nunca me vai saber ao mesmo. E a loja do Porto até podia ter mais trinta sabores diferentes, ar condicionados super-potentes, um espaço super giro e empregados de tronco nu - seria sempre uma luta perdida, uma luta injusta, porque, neste caso em específico, não é o paladar ou a racionalidade que funcionam e julgam, mas sim as memórias. E essas estão a 300 kms daqui.

 

fotografia (2).JPG

 

6 comentários

Comentar post

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking