Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[Entre Parêntesis]

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

12
Jul17

A felicidade são momentos simples

Carolina

Consigo avaliar se estou a viver períodos mais felizes ou tristes, mas em qualquer das fases há sempre um mix de emoções que nunca são lineares. Podemos estar felizes e ter um momento triste - basta um pensamento -, e podemos estar tristes e ter um momento feliz - basta uma memória. Porque uma coisa é certa: só por breves momentos é que os nossos sentimentos e emoções não se misturam e podemos sentir algo com a sua intensidade máxima. É algo breve - mas tão bom quando é bom; e tão mau quando é mau.

Hoje, enquanto saía do hotel junto a um dos canais aqui em Veneza e o sol se punha no horizonte, foi um desses momentos de felicidade pura. Não havia dramas familiares, zangas, preocupações com o trabalho, stress da viagem, dores nas pernas ou cansaço que valesse para estragar aquilo. É algo tão passageiro mas tão profundo; sinto-me pequena ao tentar descrever algo por palavras quando é quase indiscritível em imagem. O dourado do sol a bater nas paredes amarelas e laranjas de Veneza, com pouco ruído das enchentes que visitam a cidade - vantagens de estarmos longe do centro - e só com o barulhinho dos barcos a deslizar pela água, fez daquele momento tão simples - em que procurava um restaurante para jantar - em algo mesmo especial. Veneza tem uma capacidade incrível de ser calorosa e de nos encher a alma com um conforto que, de tão bom, nos parece estranho.

Depois de ter passado - lá está, foi tão rápido que nem se notou - lembrei-me que esta era mais uma das muitas coisas que eu, se pudesse, roubava do mundo Harry Potter'iano: a capacidade de guardar memórias num frasquinho e, quando quiséssemos, poder revisita-las. Não ter medo de esquecer - e, acima de tudo, poder lembrar as coisas quando nos parece impossível termos vivido algo tão bom (ou tão mau, dependendo do objetivo). No fundo, não estarmos à mercê de algo que parece ser tão volátil, que não controlamos ou percebemos completamente. Termos a garantia de que aquele momento ficará connosco, para sempre.

Enfim, quando voltar conto e mostro tudo - para já, resta-me dizer que comecei com chave de ouro. Já vos disse que adoro cidades em tons quentes, em que a história se sente nas paredes desgastadas? Pronto, era só para ficarem a saber.


Veneza, 12 de Julho. Escrito numa esplanada, onze da noite, 27ºC.

 

IMG_6902.JPG

Comentar:

[Para contacto direto, enviar email para paranaoficaremcoisaspordizer@gmail.com]:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Carolina has read 5 books toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Ranking