Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

18
Jun14

"A culpa é das estrelas" (ou como chorar rios numa sala de cinema)

Fui ontem ver o "A Culpa é das Estrelas". Tanto praguejei, tanto quis, tanto festejei, que acabei por ganhar bilhetes para ante-estreia, e posso dizer que já não queria tanto ver um filme desde o tempo do Twilight. Este post vai ser livre de spoilers - e se não for, eu avisarei nas partes devidas, portanto podem ler sem medos.

Comecemos pelas atuações: tanto a Shailene como o Ansel Elgort interpretam os seus papéis muito bem. Já é sabido que sou não fã dela, mas tenho de lhe tirar o chapéu - acho que está melhor neste do que no Divergente (suponho que dramas sejam mais a praia dela); já do Elgort, estava de pé atrás - ele não era nada daquilo que eu imaginava (queria-o mais bonito), mas a caracterização está a roçar o perfeito. Os trejeitos, o ser convencido, charmoso... está tudo lá. Valeu a pena perder-se um bocadinho da beleza para ter isto. Os dois relacionam-se muito bem, e por isso acho que a coisa resultou. De frisar também a personagem que faz de Isaac, que é perfeito - está muito, muito bem feito, o rapaz encaixa no papel a 100%.

Eu ainda tenho o livro bem fresco, e posso dizer que não faltam muitas cenas e que seguiram à risca alguns diálogos; gostei muito do facto de terem sido muito fiéis e de terem tentado pôr tudo como estava no livro. Há cenas epicamente perfeitas, mas vou deixar-vos ver para me contarem quais foram as vossas preferidas.

Respondo a uma pergunta em uníssono: sim, chorei muito. Muito mesmo. Admito que estava com uma carga emocional pesada já nos ombros, que já me apetecia chorar desde há uma semana atrás e que provavelmente descarreguei tudo naquelas duas horas, mas chorei tanto que cheguei a casa cheia de dores de cabeça. Mas vi pessoas piores. E 90% das pessoas a saírem da sala a enxaguar as lágrimas, homens incluídos (os que estavam ao nosso lado bem tentavam disfarçar mas - lamento, rapazes! - não conseguiram). 

A banda sonora complementa perfeitamente o filme. Ajuda a rir quando é para rir, e a chorar como uma madalena quando é para chorar. A única crítica que posso fazer ao filme é o facto de, após a reviravolta (se é que me entendem), o filme ser demasiado prolongado. É demasiado sofrimento. Por mim acaba ali, pegava nas tralhinhas e ia embora - mas não, choro e mais choro (e eles ainda cortaram algumas cenas). Sei que foi para se manter fiel e mimiimi, mas custou-me. Custou-me tanto que eu até ponderava ir vê-lo outra vez e não sei se vou, porque seria um puro ato de masoquismo. Este filme toca-me de uma maneira peculiar (não pelo cancro ou pela morte) e não sei se tenho forças para aguentar com tanta emoção de novo.

Quando a vós, meninos e principalmente meninas, corram amanhã para o cinema e aproveitem. É um grande filme, de um grande, grande romance.

 

P.S.: Não se esqueçam dos lenços. São tão essenciais como o bilhete para entrar no cinema.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking