Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

20
Jan13

A valsa está a dar-me trabalho

Eu devo estar a pagar por ter dito que a valsa era "fácil" - porque, meus amigos, a valsa cansa! Eu não consigo estar dois minutos a dançar direita, a rodar o meu par, a manter os braços erguidos e muito menos tenho folgo para, em 90 minutos, planear uma coreografia.

O ano passado não houve coreografia nenhuma - fazíamos o que uma colega mandava e pronto, perfeito, sempre a andar. Este ano temos de ter uma ao som do Danúbio Azul e esta tem de ter no mínimo dois minutos - e sobra-nos apenas uma aula antes da avaliação e a sequência nem vê-la. Vou ter de ficar na escola com o meu par a treinar e a construir um plano de dança, visto que ambas precisamos de ter uma óptima nota - tendo em conta que somos zeros à esquerda no andebol.

Entretanto, tenho-me inspirado no youtube; ando a descobrir novos passos e a ver como a dança se desenrola para tentar fazer a melhor figura possível daqui a uma semana. Tenham medo, muito medo.

 

08
Jan13

Subestimei a valsa

Dancei com uma rapariga e fiz de homem, como já era meu costume (os rapazes, super crescidinhos, ficaram quase todos muito doentinhos no banco - óptimo timing!).

O passo base é muito simples e toda a dança em si também, mas e a postura? Dois minutos a dançar e já não podia dos braços, de os ter esticados e erguidos. E o pulso, de a estar a agarrar na omoplata, guiando-a e puxando-a na minha direcção? Ai. Tinha de fazer umas pausas entre treinos para descansar os músculos, que eu cá não estou habituada a estas coisas. Aquilo que eu pensava que ia ser canja ainda me vai valer algum trabalho e alguma dor. Estou feita ao bife.

04
Jan13

E voltamos à dança

Acho piada em ver os contrastes entre a minha turma actual e a antiga, principalmente quando são colocadas perante a mesmíssima situação. E agora perguntam: qual situação? Garanto que vale todo o entusiasmo: chama-se dança, mais especificamente valsa, e começa a ser treinada na segunda-feira.

Quando, o ano passado, se aproximou a época do cha-cha-cha, o balneário virou lota e nós peixeiras: era uma guerra aberta sobre quem ficava com o rapaz x ou y. "E porque eu disse primeiro!", "e ele quer dançar comigo", "de mim ninguém mo tira!". Uma festa autêntica - e o mais giro de tudo é que os ditos estavam completamente a leste. Mas no meio daquilo tudo acabei por me safar e ficar com um rapaz (que, sinceramente, prefiro - dancei três anos seguidos com raparigas, acho que mereço uma recompensa).

Este ano está tudo calmo e sereno (como a valsa, olha que bem)- a professora já disse que quer os pares feitos mal cheguemos à aula, mas ninguém se pronunciou sequer sobre o assunto. Estava eu á espera de batalha, mas qual quê? Tudo calmíssimo. Como tal, não sei qual será o meu destino nem sequer tenho perspectivas - há raparigas que não terão par masculino, não sei é serei uma delas. Esperemos para ver - eu prometo depois contar, que estas aulas merecem sempre uma atençãozinha especial da minha parte. E logo com valsa (é fácil, mas nunca aprendi) - vamos já todos preparados para o baile de finalistas, olha que bom!

20
Out12

Manuel António Pina

Não é meu costume fazer aqui dedicatórias ou menções a quem morreu, porque acho que somos uns hipócritas e só damos valor às pessoas quando elas já não estão cá. Nunca li nada deste senhor para além de uns poucos poemas, mas isso não significa que o seu nome não me traga à memória muitos momentos.

Acontece que aqui há uns cinco ou seis anos, andava eu no 7º ano, e Pina veio à minha terra dar uma conferência. O departamento de letras de lá da escola entrou em euforia e muitas turmas foram ver o sucedido. Mas a festa, mesmo no dia anterior ao senhor chegar, já tinha começado. E eu fiz parte dela.

Eu e mais as minhas colegas de turma fomos obrigadas (e este é o termo correcto, porque nunca vi ninguém a dançar tão contrariado) a dançar... de andorinhas. Como na altura tínhamos aulas de dança e a minha professora tinha a mania que tinha umas epifanias fantásticas, lembrou-se de nos pôr a dançar de pássaros enquanto outros colegas recitavam um poema.

Na altura, foi o descalabro. Só me lembro de ouvir a professora de dança aos altos berros, nos bastidores, porque nós nos recusávamos a pôr meias na cabeça. Lá tivemos de as pôr e subimos ao palco - com alguns percalços, vale a pena dizer - e fomos andorinhas por uns minutos: todas vestidinhas de preto e branco, com uma meia enfiada na cabeça.

 

Isto só para dizer que, embora o momento tenha sido um tanto ao quanto traumático, não guardo qualquer rancor por o senhor ter escrito aquele poema. Tenho a minha consciência limpa. Que descanse em paz.

 

18
Abr12

Caraças, pá!

Cheguei eu aqui ao computador, toda lampeira, a pensar que me ia rir à gargalhada com o vídeo da avaliação de dança, quando meto a pen e me apercebo de que o professor não meteu lá o vídeo. Vou esgana-lo, stor, vou esgana-lo!

17
Mar12

O golpe final

E na sexta-feira, último dia de aulas, temos a nossa última aula de dança. Ontem, logo pela manhã, os meus pés foram logo sacrificados por aqueles sapatos que parecem ter sido feitos para me matar. Numa tentativa de desespero, o último treino foi feito descalça. E mesmo o pobre rapaz, que cheio de boa vontade também se descalçou (fez um diferença, que nem vos digo..), fez com que me sentisse uma total anã. Eu ficava a olhar para o peito dele - literalmente - e ter que olhar para a cara dele equivalia a ter de olhar o teto. Um pequeno desastre, portanto.

Sexta é para ir de vestido, para além do indispensável tacão. Isto porque, para além da avaliação, vamos ser filmados. E daqui a uns anos, já me estou a imaginar a rir às gargalhadas com aquilo que vou ver. Vai ser bom, muito bom.

09
Mar12

A aula de dança

E hoje lá fui eu, meia envergonhada porque era a única que ia levar, para já, sapatos de salto alto (ou andas, como eu lhes chamo).

O cha cha cha é bastante acessível; começamos com o passo base e depois fomos progredindo: uma voltinha, new york, new york com volta...

Chegamos a um ponto em que o professor disse "Carolina e Sérgio, muito bem!". Bem, os meus pés ficaram orgulhosos - e, nessa altura, já doíam tanto! Ele é um bocadinho pé de chumbo, mas eu não fico atrás. Não me pisou uma única vez e só muito raramente nos enganávamos.

Rimos muito - os rapazes a dançar são um show (mas nada bate aquelas aulas de ballet em que os vi dançar com as pontinhas dos pés esticadas!). Foi das aulas mais divertidas que tivemos até hoje, e penso que até os rapazes anseiam pela próxima. E agora é só continuar no ritmo: "um, dois, cha cha cha; um, dois, cha cha cha".

 

P.S.: De frisar que, mesmo com as andas, a diferença de alturas era ridícula e que para eu olhar para a cara dele tinha de levantar bem a cabeça para cima.

 

Tumblr_lwzf6er6rs1qemfl4o1_500_large

07
Mar12

Alerta: aulas de dança a começar em breve

Sexta-feira começamos as aulas de dança em educação física. Ultrapassado este problema (ou não), já arranjei par. Problema (pequenininho): o rapaz em questão tem algo como 1.95m.

Era suposto só levar sapatos de tacão no dia da avaliação, mas não me parece que tenha outra opção senão leva-los logo na primeira aula. Sim, porque uma discrepância de uns 30 cms é bastante significativa.

 

(ai os meus ricos pézinhos)

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking