Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

31
Mar13

Os nomes que nunca me poderão chamar

Eu acabo por passar muito tempo com pessoas adultas e nem tanto com pessoal da minha idade. Fico muito em casa, distancio-me um pouco da confusão que é a vida típica de um adolescente rodeado de amigos, festas e saídas e por isso sinto-me, muitas vezes, deslocada. Não necessariamente no sentido mau da coisa, mas acabo simplesmente por não estar integrada e ficar fora dos assuntos normais - eu nunca sei quem é a pessoa x ou y lá da escola, porque eu não conheço praticamente ninguém; sou sempre das últimas a saber que um colega começou a namorar com outro; fico sempre mais do que espantada por saber as fofoquices de sabe-se lá quem, que já aconteceram há demasiado tempo.

No entanto, com uma semana inteira de convivência com pessoas da minha idade, fiquei a saber da vidinha de meio mundo - e tendo em conta que éramos três raparigas, má língua não faltou. E durante aqueles longos minutos em que eu tentava dormir mas não conseguia, reflectia sobre isso e da forma como somos cruéis nas costas dos outros - e eu incluo-me, porque acho que todos, de alguma forma, o fazemos.

Numa das noites acabei mesmo por ficar feliz por ser como sou. Questiono-me muitas vezes sobre o que os outros dizem sobre mim quando eu não estou, por uma pura questão de curiosidade - mas sei, por exemplo, que nunca me descreverão como "aquela Carolina que namorou com o João, aquele loiro, com o Rodrigo, aquele que joga futebol, com o Manel, aquele alto de olhos claros, com o Dinis, que anda na escola do y". Fico contente por, ao menos, me manter rígida em relação a alguns parâmetros que para mim são importantes de respeitar (neste caso não era preciso ser tão rígida, não é? Não quero ser uma Maria-vai-com-todos, mas passar a eternidade solteira não era bem o meu plano). Há muitos pontos onde me podem criticar e insultar, mas sei que há julgamentos praticamente impossíveis de fazer sobre mim e eu considero esses os mais importantes e que, conscientemente, evito.

Porque ser mauzinhos e criticar tudo e todos faz parte de nós - vão sempre faze-lo mesmo que sejamos óptimos, fantásticos e lindos, nem que seja por inveja. A má lingua das mulheres será sempre a mesma, embora pudéssemos começar a trabalha-la, se quisessemos (eu tento, a sério). Mas o mais importante de tudo é mesmo sermos fiel a nós mesmos e não cedermos nos pontos que para nós são os mais importantes - porque falhas vão sempre existir, o sítio onde elas existem ou não é que poderá, eventualmente, ser grandemente influenciado por nós.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking