Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

03
Ago16

Há vida para além do telemóvel?

Mal depois da "aventura" na Lello (que é como quem diz no dia seguinte, quando já conseguia andar e pensar normalmente) meti-me no carro com uns amigos e seguimos para Peso da Régua, onde outra amiga tem uma casa e nos convidou a passar uns dias. Já não é a primeira vez: já há dois anos tinha vindo e decidimos repetir a dose.

As vistas continuam lindas, perfeitas para fotos, e o convívio também é óptimo. Mas aconteceu uma pequenita tragédia - o meu telemóvel, que já grita reforma há demasiado tempo, decidiu pifar. Ele já está a funcionar mal há muito tempo, mas eu tenho ignorado todos os sinais. Está lentíssimo (dêem-lhe uns três minutos só para abrir o facebook), às vezes encrava e não me deixa fazer mais nada durante o dia inteiro e desta vez deixou de carregar. O carregador é novo, por isso quase de certeza que foi a entrada que deixou de funcionar. Já na Rússia tinha dado o berro, achei que era de vez, mas entretanto ressuscitou. Nos dias antes de vir para cá já estava a ameaçar, mas não achei que fosse definitivo. Enganei-me.

Estou há dois dias sem telemóvel e só volto para o Porto no sábado, por isso ainda tenho pelo menos mais três dias em abstinência de comunicações móveis. Admito que já andei aí a bater com a cabeça nas paredes, mas a "febre" já está a acalmar. Estou numas férias pacíficas, onde tudo o que se faz é ler e apanhar sol, por isso a ausência do telemóvel é particularmente sentida - são as férias ideais para uma pessoa andar sempre a fazer pausas, atualizar os emails e o facebook, fazer o upload de uma foto no instagram, ver os posts dos seus blogs favoritos. Ou então coisas tão simples como ver as horas ou ter uma luz para conseguir ligar o ar condicionado a meio da noite. Está a ser duro, portanto.

Apercebi-me que uso o telemóvel por tudo e por nada, nem que seja para me abrirem aqui a porta de casa (porque só temos uma chave para os 6). Coisas simples mas que hoje em dia, em que toda a gente tem telemóvel no bolso, já nem sabemos bem como contornar. Tenho-me limitado a usar os telemóveis alheios para fazer chamadas para os meus pais e a utilização da net fica restrita ao computador (que, graças a deus, trouxe comigo!). Quanto às horas, agora estou atenta aos sinos da igreja e o problema fica resolvido. 

Não está a ser agradável, mas é um "abre olhos" sobre a nossa dependência em relação aos smartphones. Os textos aqui no blog também se ressentem, assim como fotos no instagram e chamadas e SMS's com o mundo, mas é a vida. Há que sobreviver. No sábado já planeio ir à MEO mais próxima comprar um telemóvel e deixar a abstinência para traz. Espero não dar em louca.

 

(devo comprar um iPhone SE de 64gb. opiniões e críticas são bem-vindas!)

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking