Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Entre Parêntesis

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

02
Jul14

Pão com chouriço mais barato na altura da engorda? Que mimo!

Toda esta história da descida do IVA nos pães com sementes, chouriço e coisas que tais deixou-me deveras satisfeita. Isto porquê?  Porque parece que adivinham, e veio mesmo na alturinha certa.

Esta é a altura do ano em que eu enfardo mais pães com chouriço. São o meu lanche, o meu jantar, a minha seia, ou basicamente o que calhar. Dizer que adoro aquele pãozinho, que me enche de farinha até ao couro cabeludo e que fica meio cru no meio é dizer pouco. Mas a verdade é que desembolsar dois euros e meio, várias vezes, durante mais de uma semana para degustar esta perdição não fica propriamente barato, portanto esta notícia veio mesmo a calhar, a tempo das festas da cidade (e já com vista à feira medieval, que daqui a nada está aí e que também tem uns pãezinhos de babar).

Já que estamos numa de baixar impostos, apontem também aí nas farturas e nos crepes com nutela, que são o que, depois dos pães com chouriço,  mais me empobrecem os  bolsos (e mais me acrescentam nas ancas). Obrigadinha. 

01
Jul14

Não sou fã do nosso Nobel

Sei que este post não vai ser consensual, sei que não sou ninguém para criticar, sei que isto vai ser tudo "inveja alheia" porque "nunca na vida vou ganhar um Nobel", sei que há fãs acérrimos do Saramago que não vão gostar mas... eu vou escrever na mesma. Nunca deixei de escrever algo porque a minha opinião é diferente da da generalidade das pessoas (praxe, casamento e adopção homossexual, ditaduras vs. democracias) e não vai ser, mais uma vez, este o caso.

Pois bem: eu não gosto da escrita de Saramago. Também não gosto particularmente da pessoa que ele mostrava ser, mas isso já é outro campeonato que não é para aqui chamado. Não gosto que ele não perceba a função dos pontos finais e os confunda com vírgulas, não gosto de parágrafos gigantes, não gosto que não saiba o que são aspas, não gosto que não saiba o que são travessões. E escusam de me vir com tretas: "ah e tal, por ele saber mais do que bem o que era isso tudo, é que se dava ao luxo de escrever de forma diferente!". Tretas. Admito que possa cair no goto de muitas pessoas mas não cai no meu e escusam de me vir dizer que aquela é a forma certa de escrever, porque a forma certa - e que toda a gente com conhecimentos mínimos consegue ler e perceber - é aquela que nos ensinaram na escolinha.

Eu vejo isto desta forma: distinguem Saramago pela diferença - nada contra. A questão é que eu não acho que essa diferença é justa num "campeonato" como o Nobel, por exemplo. É como pôr, numa corrida, 9 atletas normais a correr e outro - o 10º - com pernas de fibra de carbono, que implica que tenha menos fadiga, que não sinta dores nas pernas, seja mais leve e trinta por uma linha. Ou seja, vejo-o como concorrência desleal, que não têm todos as mesmas características para correr no mesmo campeonato. Para mim, os bons escritores distinguem-se por serem melhores que os outros na mesma modalidade - porque, mesmo com pontos finais, parágrafos, travessões e vírgulas usadas na altura devida, conseguem prender-nos, conseguem ter uma escrita rica, conseguem distinguir-se dos outros. E isso sim, é de valor.

Saramago era provavelmente um homem inteligente, com uma escrita que denota isso mesmo, por todos aqueles trocadilhos e histórias bem imaginadas, mas não acho que tenha ganho o Nobel por causa disso mas sim porque "reinventou" algo que não precisa de ser reinventado - até porque o fez, na minha opinião, para pior. 

01
Jul14

Tatuagens

Quem tem like no facebook do blog deve ter visto que, na altura do Rock in Rio, mandei uns bitaites sobre o facto do tatuador Ami James ter cá estado a tatuar famosos, porque anónimos nem vê-los. Este post devia ter saído na altura mas enfim, as desculpas do costume servem para justificar o atraso monumental.

A verdade é que não sou fã de "para sempre"'s. É muito tempo, mais do que aquilo que consigo imaginar - tudo bem que em histórinhas de amor fique muito bem, que dê um toque especial aos finais felizes, mas é mesmo aí, na ficção, e não na minha vida. Por esta razão, também nunca gostei muito da ideia de ter algo agarrado à minha pele até ao fim dos meus dias - talvez num dia fizesse sentido mas noutro perdesse completamente o significado e fosse só um borrão a ocupar espaço literalmente em cima de mim. No entanto, consigo apreciar tatuagens e quem não se importa de ir com o corpo todo pintado para debaixo da terra - há uns anos atrás era até fã assumida do programa Miami Ink, que dava no antigo canal People&Arts, e sempre tive um carinho mais especial pelo Ami. Todos, naquele estúdio, tatuavam bem, mas ele - não sei bem porquê - sempre foi o meu preferido. Acho que fazer tatuagens é arte, viam-se ali coisas de cair o queixo de tão lindas e complexas mas que, de facto, pecam por serem tão duradouras.

Apesar de tudo isto, e de não querer fazer grandes desenhos na pele, há um par de coisas que gostaria de tatuar, nomeadamente no pulso. Por exemplo um par de aspas, uns parêntesis rectos ou um envelope - tudo coisas que selam algo (tal como o nome deste blog), coisas pequenas, que com um relógio se esconderiam, que fossem possíveis de tirar por serem tão pequenas, se daqui a 40 anos achasse a ideia ridícula e, acima de tudo, significativas. Talvez um dia (a ideia de ter uma agulha a espetar-se-me na pele não sei quantas vezes não me atrai propriamente, teria que me preparar muito a nível psicológico para fazer uma brincadeira destas - mas gostava).

 

 

 

Pág. 5/5

Pesquisar

Mais sobre mim

foto do autor

Redes Sociais

Deixem like no facebook:


E sigam o instagram em @carolinagongui

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Carolina has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Ranking