Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[Entre Parêntesis]

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

25
Nov16

Querido Pai Natal...

Carolina

Um mês para o Natal, whoooow! Adoro esta época do ano, já sabem como é especial para mim. Já tenho a minha árvore pronta a decorar, assim como 90% das prendas compradas e estou ansiosa por ter aquele cheirinho a canela espalhado pela sala e aquele nervoso miudinho de ter casa cheia, assim como as caras dos meus amigos e irmãos quando abrem as prendas. 

Vou poupar-vos ao paleio que tenho todos os anos sobre a troca de presentes - já sabem que adoro trocar prendas e por isso é que já quase há um mês que ando a tratar de comprar tudo para a minha família, porque são coisas que vêm dos quatro cantos do mundo. Adoro pensar em coisas especiais e giras para cada um deles, e tal exige tempo. Mas sei que nem todas as pessoas são assim - pelo contrário, há sempre aquela tendência de deixar tudo para a última da hora. Para além disso há aquela ideia instalada em relação a mim de que sou super difícil para arranjar prendas. Eu não acho, até penso que sou fácil de agradar e nada esquisita neste tipo de coisas. O simbolismo, para mim, é o mais importante - e não me lembro de não gostar de uma prenda de Natal que me tenham dado.

Ainda assim, e como isto já é um clássico, já todos me andam a perguntar quando é que lanço a minha lista de presentes de Natal. Eu sou uma sortuda e, hoje digo-o, sou feliz. Não preciso de nada. Mas gosto de receber prendas e de ser surpreendida, porque sou humana e no fundo todos gostamos de ser mimados. Como tal, deixo uma lista de coisas que gostava de receber. Se não tiverem tempo, dinheiro ou pachorra, também aceito meias - desde que sejam fofas e quentes, podem ficar descansados que não me vou insurgir contra esse clássico de Natal. E uso-as de certezinha.

 

Ah! Lanço isto na Black Friday porque há, de facto, descontos de bradar aos céus. Se quiserem aproveitar, muitas das lojas que menciono abaixo estão com preços super apetecíveis e simpáticos. Pus asterisco nas lojas que estão com promoções nestes produtos.

 

PrendasNatal2017.jpg

 

 

 

1. Livro "O Labirinto dos Espíritos", do Carlos Ruiz Záfon. Deve ser um dos bestsellers desta época, por isso não é difícil encontrar. Também quero o "Eragon", que ando para ler a séculos - se quiserem dar uma ajudinha oferecendo-me, ficarei feliz.

2. As sapatilhas da HushPuppies de que falei aqui. O tempo passa e elas continua alojadinhas no meu coração.

3. *Brincos com pérolas. Estes são da Stone by Stone e são diferentes, mais descontraídos (aqui), mas também aceito aquela pérola clássica, para completar os looks mais sérios que agora uso com mais frequência.

4. *Anéis de prata da Stone by Stone. São a minha perdição, uso-os a todos, não marcam os dedos e são super em conta. Estes dois andam debaixo do meu olho há séculos e quero muito tê-los nos dedos. O meu tamanho é normalmente o mais pequeno de todos, tenho o dedo fininho. Aqui e aqui.

5. Roupa de desporto, em particular tops. Ando a precisar de motivação para ir ao ginásio e roupa nova e gira ajuda sempre. Esta é da sport-zone.

6. *Estojo. Ando sempre a trocar o estojo de uma mala para outra, por isso tenho a tendência para me esquecer. Queria um mais giro e compostinho e este da Bimba & Lola afigura-se uma boa opção. No entanto, pode ser outro qualquer - como já disse, não sou esquisita.

7. *Uma mala mais pequenina, não completamente formal e não completamente casual. Também não tem de ser da Bimba Y Lola, esta é só uma ideia. Aqui.

8. Por fim, esta lightbox que eu ando a namorar desde que a vi em Estocolmo. Já a vi em muitos sítios online à venda (como aqui), mas em loja só vi na Área. 

 

Fora da lista: livros, livros, livros (posso sempre trocar, respirem de alívio), pijamas, robes e mantas (preciso de uma gira para o escritório). Acho que está tudo - e já dei aqui uma ajuda valente. Queridos manos, não têm de quê 

22
Nov16

Momentos de mesa de cabeceira

Carolina

O momento em que em deito é, normalmente, um momento de reflexão do meu dia. Passo fases em que estou extremamente cansada e caio direta para um sono profundo, mas agora estou outra vez numa época em que, quando me deito, demoro um bocadinho a adormecer e penso em tudo um pouco. Como correu o meu dia, o que devia ter feito e não fiz, o que devia ter respondido naquela determinada discussão, o que vou comer no dia seguinte (sim, eu adoro comer)... de tudo um pouco. É aqui neste limbo entre o sono e o acordada que também escrevo mentalmente muitos dos meus textos e que tenho algumas ideias para temas para o blog.

Confesso que, antigamente, isto de estar na cama a pensar na vida me acontecia mais vezes, agora nem tanto. Ainda assim, quando acontece, tenho em muitas ocasiões a capacidade de me lembrar das coisas no dia seguinte. No entanto, quando acho que o meu texto imaginário está a fluir particularmente bem, lá tenho eu que sair daquele estado meio hipnótico, ligar a luz, abrir a cabeceira, pegar em papel e caneta e começar a escrever, para não ter o risco de ficar sem aquela tirada brilhante.

A minha irmã, sabendo disso, ofereceu-me há uns tempos um bloco de notas intitulado "Momentos de mesa de cabeceira", com muitas páginas com desenhos super giros e fofos, com espaço para escrevermos e desenharmos o que nos vai na alma antes de adormecermos ou logo depois de acordarmos. Só há um par de dias é que lhe dei uso, depois de sentir mesmo a necessidade de escrever um pedaço de texto que tinha na cabeça, mas não deixo de achar a ideia absolutamente genial. Acredito que não seja só eu que tenho boas ideias naquela fase pré-sono, por isso este livrinho preenche de facto uma necessidade, ainda que da forma mais querida que já vi (podia ser só um bloco branco e feio, mas é muito mais especial que isso).

Quando no outro dia o abri para escrever, lembrei-me que podia ser giro partilhar convosco, uma vez que muitas das pessoas que me lêem também escrevem. E já que o Natal está aí à porta, talvez seja um ideia gira. A minha irmã comprou-mo numa loja na Rua de Cedofeita mas, segundo as minhas pesquisas, penso que também existe na Fnac.

 

DSC_0690.JPG

DSC_0696.JPG

 

DSC_0699.JPG

11
Out16

Já de olho nas prendas de Natal

Carolina

Confesso que sou um bocadinho inconstante no que diz respeito a presentes, o que é um chato. Num aniversário dou uma prenda; noutro já não dou. Num Natal dou prendas a todos os miúdos, noutro já não dou a ninguém. E isto acontece não por ter má vontade ou me esquecer, mas por não gostar de dar prendas normais, só porque sim. A pecinha de roupa, o caderninho, o voucher, os creminhos para a pele... é tudo muito giro, mas tem escrito  "PARA DESPACHAR" ali algures.

E eu, quando dou prendas, não é para despachar. São prendas com significado, que fazem sentido, que têm uma mensagem por detrás. Podem custar-me 50 cêntimos ou 50 euros, o que me importa é mesmo o impacto que causam. No Natal passado, por exemplo, fiquei super orgulhosa pela panóplia de prendas que entreguei - achei que todas tinham sido bem conseguidas, porque todas tinham um toque meu; na altura até quis mostra-las aqui, mas a minha vida na altura não estava fácil e a coisa acabou por não se dar. Muitas vezes a prenda em si não vale nada, o que vale é aquela gargalhada ou sorriso rasgado quando as pessoas rasgam o papel. E isso vale tudo. A título de exemplo, digo-vos algumas das coisas que ofereci: à minha cunhada dei um frasco cheio de corações de açúcar, feitos por mim (como estes); na tampa, tinha um cordel com uma mensagem, que dizia algo como "que estes corações te adocem o chá como tu me adoçaste a vida". À minha irmã dei um apanha migalhas em forma de joaninha, pois ela chama-se Joana e sempre adorou joaninhas. Ao meu pai dei-lhe um telegrama em chocolate, da MySweetsForYou, com uma mensagem especial para ele (que é um devorador de chocolates quase crónico). E ao meu irmão dei-lhe as chaves de casa dele, que eu tinha perdido há meses (mas achava que não tinha sido eu, embora ele estivesse sempre a insistir) e que encontrei um par de dias antes do Natal.

Estes são só alguns dos muitos exemplos de prendas que dei e adorei - às vezes até gosto mais de dar as prendas e ver a reação das pessoas do que propriamente de ver as minhas. E por isso é que, quando não tenho nenhuma ideia brilhante para um presente, prefiro nem dar, porque desvirtuo toda este meu ideal de presentes com significado (embora saiba que é chato). 

Como tempo é algo que agora não tenho em abundância e há sempre coisas que mando vir da internet e que demoram a chegar (ou, quando chegam, revelam-se um flop), já estou a tratar das minhas prendas com devida antecedência. Já estou aqui a magicar umas ideias e acho algumas tão boas que até me custa não as dar já. Natal, chega rápido!!

06
Dez15

Para pais-natal em com dificuldade de escolha

Carolina

Já é tradição aqui no estaminé fazer uma listinha de prendas de Natal que gostava de receber. A verdade é que eu posso queixar-me de muita coisa nesta vida mas a falta de bens materiais não é, definitivamente, uma delas. Tenho tudo aquilo que quero e muito mais do que aquilo que necessito. Ainda assim, sou capaz de ver muito para além daquilo que é material e perceber que o Natal é muito mai do que as prendas no sapatinho - mas não sou hipócrita e digo, muito sinceramente, que é a altura do ano em que mais me dá gozo receber presentes. Adoro aquela sensação de expectativa, de ver a sala cheia de prendas para toda a gente e o som consecutivo do rasgar do papel. É um momento que guardo sempre no coração, à medida que os anos passam.

E, tendo em conta tudo isto, dou sempre uma ajudinha à minha família no que diz respeito àquilo que me podem dar. Eu acho que sou a pessoa mais fácil da terra para dar prendas, gosto de imensa coisa e sou pouco esquisita. Ainda assim, e para ir de encontro com algumas necessidades do momento ou coisas que queria especialmente, acho por bem dar um empurrãozinho - que tenho a certeza que dá jeito, pois já me vieram perguntar "então e este ano não publicas a tua wish-list?". Portanto, meus irmãos e pais queridos e fofinhos, aqui está a lista que tanto gostam. 

Não esquecer que, para além do mencionado na imagem da abaixo, chocolates, postais, molduras com fotos e - claro! - coisas "inúteis" da Tiger são mais do que bem-vindas! Dou mais valor ao ato de dar a prenda do que à prenda em si (daí lutar tanto, todos os natais, para que se troquem prendas entre várias pessoas e não só entre o núcleo familiar - acho que há muitas formas diferentes de se dar coisas, algumas que só implicam boa vontade e o gasto de muito, muito pouco dinheiro).

 

prendasnatal2015.jpg

 

 

 

27
Mar15

La Dolce Rita & Girly Things

Carolina

Há algumas semanas que a minha veia de pasteleira se tem aguçado. Ando em dieta (ou em controlo, talvez seja melhor chamar assim, ah ah ah), mas comer com olhos ainda não engorda. Foi em boa hora que descobri o canal do youtube da La Dolce Rita, da chefe Rita Nascimento, que passei a adorar mal pus os olhos no primeiro vídeo.

São sempre vídeos super bem-dispostos, com receitas maravilhosas e feitos com uma descontração contagiante (até a mim me apetece filmar coisas!). Já vi todas as receitas, truques e dicas disponíveis no canal e agora todas as quintas-feiras estou lá, a ver um vídeo novo e a babar para o ecrã. Já fiz a receita das panquecas, dos torrõezinhos de açúcar, dos ovos moles e da omeleta de claras: ficou tudo para lá de divinal. Ah, e também já aprendi os dez pontos do açúcar, algo que qualquer doceiro que se preze deve ter em mente! Se gostam de pastelaria, aconselho imenso - para além de babarem, ainda se vão rir pelo caminho!

Por outro lado, quem edita e filma os vídeos da La Dolce Rita é a Cristina da girly things, que tem uma loja online com coisas giríssimas - óptimas para prendas durante todo o ano! Eu aproveitei esta descoberta para despachar duas prendas obrigatórias de Março - a do dia do pai e do aniversário de uma amiga. Ofereci a ambos uma caneca: a do pai com a frase "este é o melhor pai do mundo" e a da minha amiga com o nome personalizado e os desejos de um bom dia (como podem ver abaixo). Pelo que sei, a missão foi cumprida e os dois adoraram o presente!

Ficam as duas sugestões: uma para um fim-de-semana mais delicioso e outra para fazer alguém feliz! Há lá coisas melhores?

 

page2.jpg

 page.jpg

(fotos das canecas tiradas do site da girly things)

15
Mar15

Prendas de anos

Carolina

Estava aqui a tentar fazer uma pequena lista de possíveis prendas de anos que os meus entes queridos me pudessem oferecer mas cheguei à conclusão que... não preciso de nada. Sou uma enorme sortuda. Não há nada que me faça falta - em termos materiais, tenho (quase) tudo o que quero, e o que não me falta são bens essenciais. Tudo o que possa vir a pedir ou desejar são coisas que, provavelmente, me farão um bocadinho mais feliz mas que não me fazem uma falta por aí além - a vossa companhia daqui a menos de uma semana e em todos os outros dias da minha vida é infinitamente mais importante.

Sendo assim, este ano só há duas coisas que quero mesmo e que tenho como certas: um bilhete para dia 11 no NOS Alive e outro para dia 18 no Marés Vivas. Concertos são autênticas experiências de vida e eu já perdi demasiados para continuar a cair no erro. Este verão quero assegurar que o Sam Smith e - pela terceira vez - o Jamie Cullum pousam mesmo em frente dos meus olhinhos.

De resto, podem dar-me o que quiserem. Livros (infelizmente, para já, não tenho nada debaixo de olho), macacões (há giros na mango e zara), coisas amarelas!! (camisolas, por exemplo - a paixão ainda não me passou) e coisas para o ginásio (camisolas, corsários). Ou então chocolates. Ou um livro de receitas com coisas que engordem muito. Ou um workshop de sushi (desde que alguém me faça companhia, claro). É quase certo que vou gostar.

E pronto, agora que dei a minha ajudinha do costume, vou ali esconder-me num buraco e esquecer que daqui a menos de uma semana vou sair da equipa dos "dez[...]" e vou passar para os "vinte [...]". Snif snif.

12
Dez14

Sugestões de prendas de Natal até 10 euros

Carolina

Todos os anos faço uma seleção de presentes de Natal para que as pessoas possam dar algumas prendas, sempre dentro das suas economias possíveis. Há muita gente que define o seu limite de preço nos dez euros e, como tal, decidi dar exemplos de vários presentes até esse preço. 

Normalmente gosto de dar sugestões individualizadas, alguns "do it yourself", mas este ano está a ser completamente impossível devido à falta de tempo. Assim, deixo-vos um apanhado geral de coisas giras, coisas que também eu gostaria de receber, e que estão bem tanto para o irmã que tanto amamos até àqueles jantares de amigos secretos onde nunca sabemos o que havemos de dar.

Não minto: eu adoro receber e dar presentes e, acima de tudo, de ver uma árvore cheia de coisas e embrulhos. Tenho por hábito dar à minha família mais próxima um presente a cada um e, a cada um dos meus tios, um miminho feito por mim, como bolachas ou compota. Estamos em crise, a vida está cara, com com uma boa dose de boa vontade conseguimos encher a árvore com coisas boas e, se calhar, mais úteis do que as coisas que antes oferecíamos e onde gastávamos balúrdios. É uma questão de imaginação e vontade de fazer algo!

Sem mais delongas, espero que as minhas ideias sirvam para ajudar alguém desesperado a quinze dias do Natal!

 

prendasdezeuros1.jpgprendas3.jpg

 

 

02
Dez14

As sardinhas mais bonitas

Carolina

Se olharam bem para a minha lista de presentes de Natal, puderam ver que pedi Sardinhas, da coleção da Bordallo Pinheiro. 

A verdade é que me apaixonei por elas mal as primeiras imagens saíram (até escrevi um post sobre isso aqui) e foi uma paixão que não foi só à primeira vista: durou, durou, durou, até que um dia as vi na montra e me apaixonei perdidamente. Não trouxe nenhuma para casa, na altura, mas dois dias depois a minha mãe chegou do shopping e disse que me tinha trazido uma prenda. Como se de uma premonição se tratasse, a imagem das sardinhas surgiu-me na cabeça e comecei a falar como as tinha visto ali há dias, como eram lindas - tudo perante o olhar incrédulo da minha mãe, que só me perguntou como é que eu tinha adivinhado. Acho que foi o destino. No saco tinha a Amparo, a sardinha-fadista.

Noutro dia qualquer, num passeio rápido num shopping em mais um dos tantos dias maus que temos tidos, tornei a parar em frente à Vista Alegre. Mais uma sardinha, desta vez a dos Correios.

E ali estão elas, em cima da minha estante, dentro das suas caixas lindas, à espera que eu tenha uma epifania sobre como as pendurar e mostrar ao mundo sem o risco de as partir. Ainda assim, sinto que estão sozinhas, e que precisam de companhia, daí ter pedido mais como prenda de Natal. É oficial: quero criar um cardume com as sardinhas mais bonitas de que há memória.

 

IMG_20141029_181124.jpg

 

27
Nov14

E prendinhas de Natal, hein?

Carolina

 Prevejo, neste ano, o pior Natal da história dos meus Natais. Tentei começar com um espírito positivo, mas tudo parece piorar a cada dia que passa. Isto tudo para além do facto de ainda não ter tido tempo, sequer, de planear a montagem da minha árvore de Natal e de algumas comprinhas, o que me anda a endoidecer. Se há coisa que adoro nesta vida é ver a minha árvore de Natal montada e de dar e receber presentes, mas os meus dias andam tão atafulhados com trabalhos e tretas que tudo isso ainda me parece uma miragem.

Mas eu admito - já ando a pensar na minha lista de prendas há um tempo, para depois não ter de fazer tudo a correr e me esquecer de coisas que gostava mesmo de receber. Também admito que já tenho ideias para algumas que vou dar, embora tudo ainda pouco "amadurecido". Vou ter mesmo de roubar tempo ao estudo e à treta dos trabalhos para investir no meu espírito natalício e neste Natal que vai pelas ruas da amargura...

Até lá, fica a lista, à consideração do senhor das barbas!  

natal1.jpg

prendas2.jpg

22
Mar14

Ainda sobre o meu aniversário

Carolina

Antes de mais, queria agradecer a todos os que me desejaram os parabéns, tanto por aqui como via Facebook. Todos me desejaram felicidades e um dia feliz - funcionou, esqueceram-se foi de me desejar igualmente uma noite alegre e com "tudo de bom". Foi tudo de mau e vomitei como não me lembrava. Ponto de vista positivo: se eu tinha pensado, dias antes, que "ai meu deus lá se vai a minha dieta", depois de tudo aquilo já não foi um problema. Todos aqueles doces e porcarias não passaram do estômago e a menos que as calorias se tenham escapulido por lá, a minha dieta continua em vigor. Mas falando em coisas boas.

Foi um dia bom, calmo, com direito a muitas flores bonitas, a telefonemas e mensagens que deixaram saudades no ar, a algumas horas na cozinha (como não podia deixar de ser), miminhos e algumas prendas. A minha irmã deu-me um kit de maquilhagem (yessss, vou deixar de roubar coisas à minha mãe) que já utilizei várias vezes desde que me foi oferecido; o meu padrinho um lenço/cachecol; a minha mãe um macacão e umas sandálias (que vieram com antecedência mas não interessa nada); o meu sobrinho um desenho para lá de fofo; e o meu irmão - que, apesar de me ter dado uma prenda que estava na minha "lista", foi o que levou o prémio de mais original - deu-me um bilhete para o Optimus Alive!

 

O desenho mais querido do meu sobrinho:

 

As flores da minha mãe (frésias) - faltam outras tantas que adorei:

 

O macacão: 

 

 

E a prenda do meu irmão, toda feita numa impressora 3D em que ele se está a tornar pró e a fazer negócio. De entre três prendas que eu escolhi à partida, ele ia oferecer-me uma: eu só tinha de descobrir qual. Tinha três hipóteses: um bilhete para o Optimus Alive, uns Louboutins ou uma caneta personalizada tendo em conta que, na opinião dele, uma blogger que se preze deve ter uma caneta com o seu nome. Como é óbvio, fiquei com todas as pecinhas, mas a prenda mesmo é o bilhetinho para dia 10 de Julho estar a ouvir os Imagine Dragons. Resta saber com quem! =)

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Também estou aqui!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2017 Reading Challenge

Carolina has read 0 books toward her goal of 15 books.
hide

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Ranking