Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[Entre Parêntesis]

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

24
Set17

O que penso sobre a casa dos youtubers e os vídeos dos seus moradores

Carolina

Eu acho que é impossível que quem tenha filhos, primos, sobrinhos ou irmãos com idades compreendidas entre os seis e os 14 anos nunca tenha ouvido falar do Wuant, do Windoh, do Ovelha Nigga, do Gato Galático ou, de uma forma geral, da casa dos youtubers. Eu aqui em casa - creio que como todos os adultos - recebi um tratamento de choque: berros, asneiras e muitas gargalhadas um tanto ao quanto irritantes vindos das colunas de computadores alheios. Entretanto a exposição mediática desses youtubers, em grande parte devido à casa onde passaram a viver, já fizeram o trabalho de os mostrar ao público em geral. Ou seja, suspeito que, de uma maneira ou de outra, já devem ter ouvido falar sobre eles.

Aliás: provavelmente já ouviram dizer mal deles, que é o que mais se faz por aí. Somos todos peritos a criticar, mas a fazer... nem por isso. Porque apesar de eu não achar graça ao conteúdo deles - e sim, falo com conhecimento de causa, porque tenho ouvido demasiadas vezes "COMO É QUE'É MEUS PUTOS, DAQUI É WINDOHHH" e coisas que tais, para poder escrever este post - sou capaz de apreciar o trabalho que está por detrás de toda aquela palhaçada ou "trollagem", como eles gostam de chamar.

Para mim há, naqueles vídeos, um conflito de valores. Primeiro os que estão à vista de todos, os preocupantes: que é fácil ter uma vida desafogada, que se compram facilmente sapatilhas de mil euros e carros de alta cilindrada, que é fácil sair de casa dos pais para ir viver com os amigos numa "mansão", que se podem ter ações inconsequentes sem pensar nos resultados finais (exemplo: pôr super cola na cara de alguém sem antes ter pesquisado como se tirava o produto da pele) e que é prudente deixar de se investir na formação para viver de um canal do youtube sem ter um plano B. E depois os valores subjacentes, esses sim com importância: que é o trabalho que lhes proporciona aquela vida, aquela fama, todas estas oportunidades. O problema é que o que está à vista de todos acaba por ser, para quem vê (crianças maioritariamente), o principal, porque não há maturidade suficiente para se perceber os valores implícitos. Para os putos, aquilo é o trabalho mais fixe de sempre! O meu sobrinho mais velho, por exemplo, queria ser experimentador de colchões (eu sei, eu sei...). Agora? Quer ser youtuber. Porquê? Primeiro porque acha que lhe vai dar tanto trabalho como andar a saltar para os sítios onde as pessoas dormem - erro crasso! -, segundo porque acha que mal crie um canal lhe vai logo sair um Audi XPTO na rifa. Nem ele nem a maioria sabem o trabalho e as horas que aqueles miúdos passam entre filmagens e edições - e também não fazem noção do tempo (os anos!) que eles passaram a fazer vídeos sem likes, comentários ou putos a berrarem-lhes à porta.

Se calhar estão a ler este texto de sobrolho levantado e pensar "esta miúda está mesmo a defender aqueles energúmenos?". Pois, eu sou assim, tento sempre ver o outro lado da moeda - e acho que, como em tudo na vida, isto não é uma questão linear. A única coisa que defendo nestes vídeos - e que absolutamente ninguém pode negar - é que aquilo dá trabalho. Lá por eles se estarem a divertir e a fazer asneiras de forma consecutiva, não quer dizer que depois não passem horas em frente ao computador para fazer aquilo resultar e passar os vídeos para algo "comestível" e visualizável, com todos aqueles pózinhos de perlimpimpim que aparentemente fazem daqueles canais um sucesso. As pessoas "normais" não sabem as horas de edição que estão por detrás daquilo - como não sabem o trabalho que dá escrever diariamente para um blog. São coisas camufladas como hobbies, como algo ligeiro para quem as faz, mas para além de já ser o trabalho para algumas pessoas em Portugal (caso deles), requer muitas horas de dedicação e empenho.

Mas isto não quer dizer que eu apoie aquilo que eles fazem e muito menos os valores que eles lá transmitem. No outro dia o meu queixo bateu no chão quando ouvi o Windoh, num vídeo filmado no seu quarto de hotel no Brasil, a dizer: "este quarto está mesmo muito desarrumado, tenho de chamar a senhora para o vir limpar". Mexeu-me com as entranhas. Elas já estavam remexidas ao ver o estado caótico daquele quarto, com lixo espalhado pelo chão, misturado com roupas sujas e lavadas - roupa interior incluída -, mas quando me apercebo que ele ia chamar uma criada para o limpar, toda eu fiquei revoltada. E preocupada. Porque percebo que é daqui que vêm algumas das mentalidades dos meus sobrinhos e de tantos outros miúdos. Coisas que já deviam ter ficado no século passado e que estão a ser alimentadas por miúdos com uma noção de respeito e educação muito diferente da minha. E isto sim, é alarmante. Mais do que os berros, mais do que as asneiras, mais do que as expressões horríveis como "bem poddddddre". Aquilo com que devíamos estar preocupados são os valores ali transmitidos que, infelizmente, ultrapassam os do trabalho e da dedicação. 

 

Foto: Visão

30
Jan17

Uma colheita de vestidos fabulosa nos SAG Awards

Carolina

Hoje acordei, abri um olho e enquanto acordava e não acordava, fui passeando pelo facebook. Dei de caras com um artigo da Vanity Fair sobre os SAG Awards, que aconteceram ontem, e mesmo acabadinha de acordar e com apenas metade do cérebro a funcionar percebi logo que ia ter de comentar alguns daqueles trapinhos.

Acho que já o ano passado isto aconteceu - deparei-me com tanta tragédia que não consegui ficar calada. Este ano também apareceram por lá algumas coisas com piada e, nestes tempos que se vivem, não podemos desperdiçar nem que seja um singelo sorrisinho. Tenho para mim que a moda está tão louca que, hoje em dia, o que se vestir pior e causar mais choque é quem leva o prémio para casa. Só isto explica as passadeiras dos maiores eventos do mundo no último par de anos. Mas bom, aqui ficam as ventimentas de ontem:

 

sag-awards-red-carpet-2017-emma-stone.jpg

 Emma Stone num Alexander McQueen. A verdade é que este era um vestido vintage da sua avô - algo que se nota nos detalhes e bordados florais. Mas ao longo dos anos a traça acabou por dar cabo do lado esquerdo da peça, ainda que o valor emocional se tenha mantido intacto. Por isso, em tom de homenagem e confronto de gerações, Emma veste uma peça pesadíssima e quente do lado direito e, do lado esquerdo, saiu à rua apenas com um body da Intimissimi para arejar.

 

BrieLarson.jpg

 Brie Larson sem qualquer dó e piedade para com as pessoas com transtornos obsessivo-compulsivos. Aposto o que quiserem que a minha mãe, só de olhar para esta fotografia, está com suores frios. Quer dizer, até a mim, que nem sou contra assimetrias. Mas aqui a questão é mais grave: o vestido está TORTO. Tor-to. E faz com que toda ela pareça torta. E isso não é fixe.

 

KerryWashington.jpg

 Kerry Washington pediu um vestido da Micaela Oliveira emprestado a Cristina Ferreira. Bem me parecia que já tinha visto isto n'A Tua Cara Não Me É Estranha.

 

SofiaVergara.jpg

 Sofia Vergara, és tu? Cadê as transparências? Cadê o corte sereia? Cadê os decotes até ao umbigo? Agora deste numa de colegial e passaste de gata-sexy-arrasadora a menina-de-repa-ao-lado-e-vestido-curto-em-ocasião-de-gala?

 

NicoleKidman2.jpgparrot-417967_960_720_2.jpg

Não é difícil perceber a inspiração do vestido de Nicole Kidman, pois não? Até os olhinhos de carneirinho mal morto estão lá. Atentar também aos pormenores de cor naqueles ombros, inspirados nos detalhes dos "ombros" do pássaro. Liiiiiiiindooo. #sqn

 

NataliePortman.jpg

 Natalie, querida, muito bem que podes não ser uma daquelas grávidas que gosta de ter a roupa justa à barriguinha, mas também não era preciso teres ido ao Museu do Traje buscar mommy-wear do século XIX, não é verdade?

 

TarynManning.jpg

 Eu juro - mas juro mesmo! - que fui pesquisar o nome desta rapariga (que, para também quer saber, se chama Taryn Manning) porque pensei sinceramente que ela era aquela que fazia o iZombie. Achei de facto estranho que continuasse a encarnar a personagem de forma tão evidente numa passadeira, mas depois percebi que era outra senhora e que foi apenas reviver um pouco da sua fase gótica da adolescência.

 

JuliaLouis-Dreyfus.jpg

Pergunta para um milhão de euros: qual foi o livro que Julia Louis-Dreyfus leu durante as férias de Natal?

fordummies.JPG

 

sag-awards-red-carpet-2017-judith-light.jpgsag-awards-red-carpet-2017-judith-light_2.jpg

Pior que ter um vestido medonho, é ter um vestido medonho com uma espécie de buraco no sovaco e ainda fazer uma pose sexy para mostrar.

 

DanielleBrooks.jpg

 E acabamos assim. O vestido é péssimo, mas não vou por aí. O pior é mesmo o penteado inspirado na última esfregona da Vilada.

09
Jan17

Golden Globes: mais um ano seca na passadeira vermelha

Carolina

Vou começar dizendo uma coisa que todos vocês já sabem: estou velha. Para além do mais, hoje, sinto-me desinspirada. Estava muito animada com o início das passadeiras vermelhas mas à medida que a noite foi passando e que as fotos se iam desenrolado à frente dos meus olhos, percebi que era mais do mesmo: tanto os vestidos como os meus comentários. Para além do mais, em busca da minha má-língua perdida, fui ver posts antigos e vi tantos comentários de gente que não percebe o gozo disto e que leva a vida tão a sério que, subitamente, não me apeteceu ter a trabalheira do costume. 

A verdade é que esta foi uma gala homogénea em termos de trapinhos: para mim, não houve nem coisas lindas nem incrivelmente horríveis. Posto isto, este ano, juntei tudo num só post - sinto que não tenho muito a acrescentar e espero que nos Óscares a inspiração chegue - tanto a mim como às estrelas de Hollywood, que estão claramente a precisar tanto quanto eu.

 

MandyMoore.jpg

 Começando em bom: apresento-vos o meu preferido da noite. Mandy More numa cor já mais que vista, num modelo também já conhecido mas muito bonito. Adoro.

 

SarahJessicaParker.jpg

Sarah Jessica Parker festeja este ano 20 anos de casamento e, como tal, decidiu renovar os votos nos Golden Globes - na verdade, é essa a única razão para não trazer um véu em conjunto com este vestido de noiva.

 

AnnaChlumsky.jpg

Anna Chlumsky na edição anual do clássico não-tinha-mais-nada-para-vestir-por-isso-trouxe-um-lençol. Há, no entanto, que apreciar a qualidade do mesmo: não é toda a gente que dorme envolta em cetim verde. Haja respeito.

 

LillyCollins.jpg

Ouçam... eu não posso dizer que a Lilly Collins esteja péssima. Para muitos foi a melhor da noite, eu sei. Tudo o que posso dizer é que está dentro do estilo: imagino que era assim que as senhoras iam vestidas nos Golden Globes... em 1917.

 

KarrauecheTran.jpgcaneta-cancan-rosa-600x600.jpg

Qualquer semelhança é pura coincidência. 

 

gettyimages-631240934_594_screen.jpg

 Pior do que vir vestida de zebra brilhante, é vir vestida de zebra brilhante e ser fotografada de pernas abertas. Que lady.

 

EmmaStone2.jpg

 Tenho sempre relações difíceis com os vestidos da Emma Stone - usa normalmente cores pálidas quando ela própria é branca como um copo de leite. Não se pode dizer que o vestido seja feio e muito menos que lhe cai mal - simplesmente parece uma continuação dela. O que não deixa de ser irónico, uma vez que ela é mesmo uma estrela. (Perceberam?)

 

KerryWashington.jpg

 Eu acho que já disse isto numa das anteriores galas, mas repito, porque é verdade: querida Kerry, a tua assessora ODEIA-TE. Como é que alguém sai assim de casa? E os três palmos de vestido que faltam ali em baixo? Porquêêêê....?!

 

ZoeSaldana.jpg

 Eu vi este vestido e não percebi muito bem o que se passava. Depois vi o laço e caiu-me a ficha: foi claramente um presente envenenado.

 

SofiaVergara.jpg

 Sofia Vergara raptou a Jennifer Lopez, sequestrou-a em casa durante a noite e desfilou com o vestido que ela tinha escolhido para esta passadeira. Está explicado.

 

EvanTachelWood.jpg

 Eu acho que o facto de uma das minhas vestimentas preferidas da noite ser um fato já diz muito sobre a insossisse que se viveu naquela passadeira vermelha. Evan Rachel Wood incrível.

 

RileyKeough.jpg

 Tenho para mim que quem criou este vestido não era estilista... mas sim um professor de geometria descritiva.

 

brilhos.jpg

Os vendedores de brilhos e lantejoulas para os lados de Hollywood estão a rejubilar e a esfregar as mãozinhas de contentes: este ano foi só encher os cofres! Este ano houve brilhos para dar e vender, ao ponto dos meus olhos já terem ferimentos de tanta coisa reluzente. Podia dizer que isso é algo bom mas... not really.

 

SiennaMiller.jpg

 Uma amiga minha disse e bem: a Cláudia Vieira está, neste momento, a tirar a referência deste vestido para usar nos Globo de Ouro, versão portuguesa. Como resistir a mostrar aqueles abdominais conseguidos com muito esforço e três meses só a alfaces?

20
Nov16

Sim, eu gosto da Cristina Ferreira

Carolina

Não percebo o ódio crónico que muitas pessoas têm pela Cristina Ferreira. Se antes argumentavam dizendo que era "uma peixeira" ou tinha uma "voz esganiçada", hoje ficam aparvalhados com o seu sucesso e isso, só por si, já é uma boa razão para não gostarem dela.

Eu cá digo-vos uma coisa: eu admiro-a profundamente e olho para ela como uma inspiração. Ela é a materialização de um dos valores principais da minha vida: o trabalho. É a prova de que, trabalhando, se consegue atingir tudo, mesmo apanhando pedras pelo caminho - que as há, em qualquer dos trilhos que escolhamos para as nossas vidas. 

E isto não quer dizer que a adore, que veja o Você na TV, que leia o seu blog, que goste dos looks dela, que compre a revista. Pelo contrário: não gosto muitas vezes da roupa que escolhe, a veia histérica dela irrita-me um bocadinho, a revista que gere e dá o nome tem sempre uma componente sexual implícita que não me chama a atenção. Mas isso não quer dizer que não reconheça o trabalho árduo que ela tem e o do percurso magnífico que tem traçado nos últimos anos, como nunca nenhuma figura pública tinha feito em Portugal. 

Acho-a uma mulher inteligente, admirável, verdadeira, genuína e com olho para o negócio. E para além de ter conseguido tudo o que temos visto, há ainda outros pormenores interessantes que não são tão focados mas igualmente importantes. A forma exímia como gere a sua vida privada, por exemplo - nunca lhe vimos a mãe, o pai, o filho, a casa ou o local onde vive. Para alguém que tem os holofotes sempre em cima de si, isto é algo absolutamente heroico e de louvar. E eu percebo. Acho que quem tem sempre pessoas a olhar para si deve mesmo precisar de ter um refúgio onde não pairem olhos desconhecidos.

A gestão que ela tem feito de tudo isto, a forma como vai libertando novidades consecutivas, é por um lado inteligente e por outro arriscado. Cheguei a um ponto em que já não a podia ver à frente, ela era quase omnipresente: nas revistas, nos livros, na televisão, nos anúncios, na rádio, nos blogs, no facebook, no instagram. Achei que esta presença tão forte iria acabar por enjoar o público, tal como me enjoou a mim. Aparentemente, enganei-me. Ela continua aí, de vento em popa, a lançar coisas sempre com o fator "novidade" e "inusitado" associados. E, perante as evidências, só tenho de me render e aplaudir.

Ontem ela lançou o seu livro aqui no Porto, cidade que bem sabe receber. Mais um golpe inteligente. É claro que, tendo em conta todo o secretismo em que ela envolveu a sua vida pessoal, qualquer pessoa que simpatize com ela tem curiosidade (ou cusquice) e esperança de saber um pouco mais das suas raízes e da sua esfera privada. Eu confesso que folheei o livro no dia em que ele foi para as bancas e pareceu-me ser um simples livro de crónicas ou memórias, com uma escrita que aparenta ser mesmo ser dela (comparada com a do seu blog), que não é de todo má.

Eu não fui ao lançamento, que não sou dessas coisas e enchentes é coisa que me aflige, mas fica aqui descrita a minha admiração pública por esta miúda que conquistou Portugal. Não sei se vou ler o livro mas posso garantir que não tenho vergonha se o fizer, pois encaro-o como um conjunto de histórias de alguém que admiro e que é uma inspiração para alcançar sempre mais.

15
Jul16

Sobre os guilty pleasures desta vida, uma amizade incondicional e um autógrafo

Carolina

Há duas coisas importantes a saber sobre mim. A primeira é que tenho um punhado de amigos, poucos, mas verdadeiros; sim, eu sou aquela pessoa que distingue os outros categorias: "desconhecidos", "conhecidos" e "amigos" - na verdade, devia haver uma categoria qualquer entre os "conhecidos" e os "amigos", que não sei bem o nome, mas em que caem várias pessoas que me rodeiam. Ainda assim, amigos, tenho poucos - e, surpreendentemente, com alguns deles não tive mais do que uma dúzia de vezes na vida.

A outra coisa que têm a saber é que o meu guilty pleasure do último par de meses tem sido ver a "Massa Fresca", a última série de tarde lançada pela TVI. Podem rir-se à vontade, dizer que é para meninos e que é a Floribella 2. Não quero saber. É uma série levezinha, com personagens super engraçadas e dois atores principais que adoro - principalmente a Mafalda Marafusta, que faz de Maria, e que é das atrizes mais expressivas que tenho visto nos últimos anos a passar na televisão. 

Agora que já sabem estas duas coisas sobre mim, é só junta-las. Resumindo: uma grande amiga (sim, uma dessas com quem só estive uma meia-dúzia de vezes) cruzou-se duas vezes com a Mafalda Marafusta, aquando dos jogos do Euro. Da primeira vez, disso-mo e eu confessei-lhe que adorava a série e a Mafalda - e ela, como provavelmente vai acontecer convosco, gozou-me por (com 21 anos) estar a ver o chamou "um remake da Floribella". Da segunda vez que a viu, sem uma folha para lhe pedir um autógrafo, sacou de um lenço de papel e pediu-lhe um autógrafo - algo que só sei agora, que acabo de receber uma carta com um lencinho rabiscado lá dentro, até porque a sacana andou uma semana a esconder isto de mim!

E vocês dizem: "oh, que grande coisa... já pedi imensas vezes autógrafos para os meus amigos!" Pois, mas têm de ter em conta o facto de tanto eu como ela sermos as pessoas mais envergonhadas deste mundo no que diz respeito a autógrafos. Sabem aquela dor aguda que nos dá quando batemos com o dedo mindinho do pé numa esquina? Pronto, nós temos uma dor semelhante a essa só de pensar em pedir um autógrafo. Eu, para além disso, fico a suar como se tivesse corrido a maratona. Por isso, sim, pedir um autógrafo é, para nós, uma prova de amizade incondicional. 

Não é que eu alguma vez tenha tido dúvidas. Mas agora com um autógrafo da "Maria" está tudo oficializado. Obrigada 

 

fotografia.JPG

27
Mai16

Este post pode ser polémico e não é aconselhável a fãs de Johnny Deep

Carolina

Pois, meus caros amigos (ou deverei dizer amigas?), podem esfolar-me viva e chamar-me louquinha, mas eu nunca - mas mesmo nunca! - percebi o encanto do Johnny Deep. E eu admito que quando soube de que a sua "soon-to-be-ex-wife" meteu os papéis para o divórcio fiquei admirada. E quando digo admirada é precisamente por ela não o ter feito mais cedo!

Isto ainda por cima coincidiu com o facto de ele andar a promover o seu novo filme da Alice naqueles talk-shows americanos que eu tanto gosto de ver. Como não sou fã dele, é raro ver fotos ou acompanhar a sua evolução - e fiquei em choque com o facto de ele conseguir estar ainda mais feio do que antes! Tudo bem que ele podia ter charme, que usava aqueles óculos de sol todos estilosos e que às vezes até tinha uns penteados que o favoreciam (como na altura d'"O Turista", com a Angelina Jolie). Mas agora está inchado, com um cabelo horrível, os olhinhos de carneiro mal morto que o caracterizam e com aquela voz arrastada do costume, de quem está constantemente pedrado e com o cérebro a funcionar à velocidade de um caracol. Mas o pior - e não, não vou falar dos trinta anéis que ele usa - são mesmo os dentes de ouro e/ou prata. Desculpem, mas é MEDONHO.

E pronto, tenho dito. Acho que é melhor pôr-me a frosques antes que alguém me encontre e me tire a tosse, depois de ler isto. (Mas antes, vou só acrescentar uma foto para provar o meu ponto de vista - e ai de quem diga que ele continua um "gato". A sério. Sejamos francos.)

 

Johnny-Depp.jpg

 

(será ouro? será prata? será cobre? ou é só mesmo um dente podre?) 

03
Mai16

Um susto de MET Gala - edição 2016

Carolina

Tradição que é tradição é para se manter, não é verdade? Como tal, trouxe-vos mais uma edição de "Um susto de MET Gala", patrocinada por todas as estrelas de Hollywood que escolhem os seus piores outfits para passarem nesta carpete vermelha (é salmão, mas isso agora não interessa nada). A verdade é que havia muito por onde falar, divagar e até rir - mas o tempo e a inspiração não chegam a todo o lado, por isso hoje fiz esta seleção, com muito carinho e amor, só para vós. Preparem os olhinhos e essa mente, porque há coisas aqui capazes de traumatizar uma pessoa!

 

527367848.jpg

Alguns chamam-lhe MILF. Aqui no Porto aposto que lhe chamariam outra coisa (e vocês ainda nem viram o rabo!).

 

527338018.jpg

 Taylor Swift, querida, és tu? Começo a achar que a teoria desenvolvida na nova temporada do X-Files é mesmo real e que a Taylor-fofa-e-cantora-de-country foi levada por aliens.

 

527344888.jpg

 É com algum orgulho que vos digo que este look foi inspirado em mim, enquanto criança. É verdade: eu espetei-me muitas vezes contra canteiros. Como tudo na vida, isto em Hollywood é um pouco romanceado: esta senhora ficou com borboletas presas no cabelo, eu só trazia galhos e um dente partido. Falta de glamour da minha parte.

 

527369624.jpg

 Senhoras e senhores: Lupita Nyongo (ou o escovilhão mais alto da história).

 

527381602.jpg

 Se eu fosse o Bradley não gostava de ver a minha namorada a sair de casa com uma saída de noite sexy, que ela tinha comprado especialmente para uma noite com ele. Mas isso sou eu, claro!

 

527344140.jpg

 Sarah Jessica Parker estava um bocadinho farta de ser sempre falada como um dos looks mais exuberantes da MET Gala e blablabla. Vai daí, vestiu os seus corsário de ioga, um tank top que tinha dos seus tempos de miúda e um casaquito e... siga para a evento. Não há como falhar, não é verdade? Se não fosse o cabelo nem tínhamos notado que ela se veio a vestir pelo caminho.

 

527369412.jpg

 O Capuchinho Vermelho foi comida pelo Lobo Mau. A Lorde foi comida pelo vestido (aliás, nota-se pelo ar de profunda infelicidade).

 

527343680.jpg

 

Selena Gomez a aproximar-se da realidade das pessoas ditas "normais": havia de chegar o dia em que se ia esquecer de levar os coordenados com ela na viagem e, pimbas, foi ontem - em desespero de causa, teve de ir buscar um vestido a casa da avó. Como achou que era muito simples, foi à sex-shop ali ao virar da esquina e comprou um mini corpete de cabedal, só para dar aquele sex appeal. #nãoresultou

 

527368334.jpg

 Que ninguém condene a pequena Solange! Se o clima em NY for parecido com o de cá, é mais do que óbvio que a pequena ficou em estado de choque com este verão horroroso. Como tal, e tendo em conta a instabilidade meteorológica, a Solange decidiu ser o sol das nossas vidas. Até aquelas labaredas que o sol tem estão ali retratadas, com aqueles folhos fora do sítio. Isto é tudo uma questão de perceber o conceito, meus amigos.

 

527358658.jpg

 É importante saberem que acordei às 7h da manhã para vos escrever este post. Esta imagem da Gaga foi o que me fez realmente acordar. DE SUSTO. (dica: é uma boa alternativa à cafeína)

 

527345046.jpg

 Na na na... Kerry Washington, querida, enganaste-te no festejo: hoje não é dia das bruxas!

 

527359534.jpg

 Não sei como é que uma pessoa pode voltar a viver a sua vidinha normal depois de ver isto. Nicky Minaj com as mamas a saltarem-lhe para fora e apenas segura com aqueles cintos ao bom estilo dos fatos de pai-natal... isto tem tudo para virar pornografia em menos de quatro segundos.

 

met2016__15_.jpg

 Eu podia inventar qualquer desculpa para pôr a FKA Twigs nas mal vestidas... mas nem me vou dar a esse trabalho.

É a FKA. Namora com o meu Robert. É horrível. E está nas mais feias. Fim de de discussão.

 

527359982.jpg

 Não se percebe bem o vestido da Katy Perry, tendo em conta que o tema era qualquer coisa como robots e tecnologia. Mas agora percebo: o outfit é só uma manobra de distração, pois o cerne da questão está todo na cara. A verdade é esta: a Perry trouxe-nos ontem uma tecnologia inovadora. Ela estava a matar pessoas só com o olhar. (A sério, se tivéssemos a foto com infravermelhos via-se perfeitamente).

 

ADORINGKS-MET050216 (1).JPG

 Que me conhece sabe que me custa pôr isto aqui, mas a verdade é que tudo é mau - o cabelo em particular. Eu não consigo lidar com aquele loiro com raízes escuras. Fico com náuseas!

 

527368596.jpg 

Emma Stone: era suposto teres vestido algo inovador e não ires à caixinha de recordações do "Gladiador" para adornares o vestido. 

 

05
Mar16

Hoje é tudo "aparentemente"

Carolina

Acordei às 5.30h da manhã, estremunhada com um pesadelo. Num dia normal, voltaria a dormir; mas, como ontem me deitei logo depois do jantar, o sono não voltou a pegar. Icei a mão para o telemóvel, como é meu costume, para ver se tinha notificações. Dou de caras com uma mensagem que dizia que o Nuno Markl e a Ana Galvão se iam separar. Como se já não tivesse suficientemente acordada, fui a correr para o facebook ler a mensagem que - calculei - tivessem deixado aos seus seguidores. E fiquei sinceramente de coração partido.

E isto lembra-me uma coisa de que já falei aqui que é o facto de acharmos que conhecemos quem, de facto, não conhecemos. Eu acabei de dizer que fiquei de coração partido e todos achamos isso normal mas, se analisarmos a coisa ao pormenor, será que é mesmo? Eu nunca vi o Nuno Markl e a Ana Galvão na vida; nunca sequer comentei uma publicação dos dois; nunca ouvi a Ana Galvão na rádio (só coisas gravadas); sei que têm um filho, uma casa com cave onde já se deram concertos espetaculares, duas cadelas e uma gata. No fundo, é isto que sei. E se provavelmente dissesse aos meus bisavós (que já faleceram, mas que servem aqui para exemplicar alguém daquela geração, onde tudo era diferente) que estou triste porque um casal (nas condições de pouco "conhecimento" que afirmei acima), se ia separar... eles diriam que eu estava louquinha. Porque a verdade é que, vendo só o pouco que sei, parece que eu ficaria despedaçada de cada vez que um vizinho distante se separasse: sabia o agregado da sua família, o tipo de casa onde vive e os animais que passeia. No fundo, aquilo que sei da família Markl.

Mas a verdade é que não fico. Apesar do pouco que deles conheço, Nuno Markl entra-me pela rádio todos os dias para me fazer rir, faz podcasts brilhantes, leva-me a "passear" com os seus textos e desenhos, tem ideias geniais que partilha no facebook para quem quiser ver. No fundo, e apesar de não o conhecer de parte alguma, faz parte integrante da minha vida (a Ana Galvão só mesmo a parte do facebook e os vídeos que faz, que também gosto de ver - não deixo, no entanto, de simpatizar muito com ela). São este tipo de coisas que as novas tecnologias proporcionam: uma proximidade-não-próxima, uma ilusão daquilo que vemos (e mostramos) e a sensação de que conhecemos muito bem meio mundo, que os "amigos" facebookianos quase são amigos reais, tal a quantidade de informação aparente que temos ao nosso dispor.

Embora haja muito boa gente que se exponha demasiado, há sempre coisas que ficam de fora da equação. Só quem está no convento é que sabe o que vai lá dentro. E eu, às cegas com toda esta ilusão em que todos estamos metidos e com a "proximidade" e simpatia que sentia por este casal, punha quase os meus dedinhos no fogo em como este era um amor a sério, daqueles que duram para vida. E pumba, eis que anunciam a separação. E, no entanto, Nuno Markl estava aparentemente feliz e risonho esta manhã, quando mais um vez me entrou pela rádio adentro e me arrancou sorrisos no caminho para o trabalho.

"Aparentemente", é isto a reter. Nas estrelas da rádio, da televisão, do facebook ou dos blogs - aliás, mesmo que não sejam "estrelas". Na verdade, basta serem pessoas. Esta barreira que agora temos entre nós engana muito. Caímos em ilusões tremendas e só choques como estes nos chamam à realidade. Que nos sirva de lição, para recordamos que há toda uma vida fora deste jogo de aparências em que agora todos temos um peão a jogar.

29
Fev16

Óscares - "fashion advisors precisam-se"! (ou as tragédias da red carpet)

Carolina

E já está, assim se passou, mais uma vez, a maior passadeira vermelha do ano. Não sei se sou eu que estou mais exigente, mas tenho a percepção de que isto vai piorando, de ano para ano. Tal como no último ano, não houve momentos "WOW" e vestidos de fazer cair o queixo; foi tudo fraquinho, até em termos de celebridades - faltou o Brad e a Angelina, a Jennifer Anniston, Kate Hudson, Gwyneth Paltrow, George Clooney, Helen Mirren, entre tantos outros. 

Para vosso regalo (e meu, admito), o que não faltou foram trapinhos horríveis. Nada de fazer cair as órbitas, é verdade, mas muito mau gosto deambulou por ali. Ficam os comentários, que sempre deram para dar uso à minha má língua (que, admito, hoje até nem está muito afiada).

 

P.S.: Para evitar comentários de pessoas ofendidíssimas com as minhas opiniões, acrescento aqui - como se isso não fosse óbvio! - que isto não passa de uma brincadeira que tem como objetivo divertir ambas as partes enquanto apreciamos os trapinhos que passaram ontem na cerimónia dos Óscares. Nenhum comentário tem como objetivo a ofensa pessoal.

 

OrlandoJones.jpg

Alerta, alerta, alerta! O guarda-fatos do Manuel Luis Goucha foi assaltado e o Correio da Manhã não noticiou!!!

 

JordynBlum.jpg

 Jordyn Blum, na tão conhecida série do fui-roubar-os-cortinados-à-casa-ao-lado. O único pormenor aqui é que a casa ao lado era, na verdade, um bordel. Daqueles à antiga. Há azares assim.

 

DaisyRidley_Chanel.jpg

 Acho um bocadinho indecente que, num mundo onde abunda o dinheiro, se poupe em dois palmos de vestido. Bem sei que a aplicação dos detalhes, missangas e lantejoulas é cara mas... Forretas!

 

NaomiWatts_Armani.jpg

 Qualquer semelhança entre o Armani da Naomi Watts e uma Carpa Koi roxa é pura coincidência.

 

AndraDay.jpg

Gosto da coerência deste look: é tudo péssimo!!! A cara, a postura, a perna de fora, as sandálias aparentemente grandes, o tom pálido do vestido e, claro, aquela manga descaída que proporciona aquele que é, provavelmente, o pior decote do século. Mas, como diz o meu querido pai, a coerência é que é importante!

 

HeidiKlum.jpg

Heidi Klum com um vestido de dama de honor comprado ali na rua 31 de Janeiro, também conhecida como a rua dos piores vestidos de noiva de todo o sempre. É que nem as florinhas com os restos de tecido faltaram!

 

SophieTurner.jpg

E o prémio do vestido que mais mal assenta nestes óscares vai para... Sophie Turner!

 

KerryWashington.jpg

Kerry Washington, num Gucci, revelando a sua faceta de Dominatrix. Cadê o chicote?

 

KateWinslet.jpg

O casalinho eterno é de babar, mas o vestido da Kate Winslet é a prova de que Hollywood está em crise. Um grande saco do lixo com um tratamento de impermeabilidade, Kate? A sério?  

 

TinaFey.jpgReeseWitherspoon.jpg

Que belo par de jarras! Quer dizer... beringelas!

 

JenniferFlavin.jpg

Uff, a noite deve ter sido caliente! O vestidinho de noite feito de seda, o rasgão pela perna acima, o desarranjo total na parte de cima e a aparente falta de soutien... só prova que o Stallone ainda está aí para as curvas, qual Paulo Futre! O motor ainda arranca, não é verdade?

29
Fev16

Óscares - vestidos "Comme ci, comme ça"

Carolina

AliciaVikander_LouisVuitoon.jpg

 Acho a Alicia Vikander linda de morrer e, mesmo adorando amarelo, este vestido não me convenceu muito. Ainda assim, acho que primeiro se estranha e depois se entranha, porque de cada vez que penso nele - e comparando com todas as desgraças que passaram naquela passadeira - vou gostando cada vez mais. Num Louis Vuitton.

 

RooneyMara.jpg

Rooney Mara, consistente com o seu estilo de sempre. Pessoalmente adoro o vestido, mas sei perfeitamente que o contraste com a pele dela não é o melhor: tudo demasiado transparente e homogéneo; sei também que o ar dela, sempre com um semblante carregado e maquilhagem mais pesada, não ajuda à equação. Mas eu adoro-a a ela e adoro o vestido, ainda que ache que ficariam melhores em separado. Num Givenchy.

 

SaoirseRonan_CalvinKlein.jpg

Não se pode dizer que este vestido da Saoirse Ronan seja mau, feio ou uma tragédia, mas também não é bom.  Parece uma sereia, metade mulher, metade baleia... bem, só metade, porque de facto parece muito mais pequena do que acho que é na realidade.

 

DorithMous.jpg

 O vestido da Dorith Mous é, para mim, muito bonito, mas demasiado dramático e negro para a ocasião. Mas, enfim, tendo em conta a falta de negros nesta cerimónia, ela quis ajudar um bocadinho com a cor do seu vestido. Há que compreender. 

 

LadyGaga.jpg

Lady Gaga mostrando ao mundo como ter três vezes mais ancas do que se tem na realidade. A única razão para não estar nos piorzinhos é porque a ideia original (meio macacão, meio vestido) me agrada imensamente. Já se sabe que os macacões roubam o meu coração.

 

OliviaWilde.jpg 

É difícil pôr a Olivia Wilde no pote dos piores - ou até nos medianos - mas foi entre estas duas categorias que estive indecisa até ao último minuto. O vestido não é feio mas, para mim, também não é bonito. E aquela gargantilha, que mais me lembra um instrumento de tortura qualquer da inquisição, é a cereja estragada no topo do bolo. 

 

CharlizeTheron.jpg

A Charlize é linda, o vestido tem cor, sobressai e é diferente. A parte das alças lembram-me um vestido do ano passado, da Rosamund Pike, que eu detestei; o decote também me parece demasiado grande, tendo em conta que algo mais discreto ficaria - acho eu - ainda mais perfeito. Mas é a Charlize - e a Charlize pode.  

 

MargotRobbie.jpg

 Margot Robbie tem um corpaço, algo inegável. Este vestido lembra-me um outro qualquer, que neste momento não consigo precisar, mas que gosto. Neste caso, não gosto da textura do vestido e acho que falta algo para cortar com tanto dourado.

 

JulianneMoore.jpg

A Julianne Moore num Chanel. Mudou de estilo e mudou mal. Não é intragável, mas está longe de ser dos melhores que ela já usou. 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Também estou aqui!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2017 Reading Challenge

Carolina has read 0 books toward her goal of 15 books.
hide

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Ranking