Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[Entre Parêntesis]

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

08
Jul14

De umas calças largueironas para uma saia

Carolina

Como já tinha aqui contado, ando uma "do it yourself" (DIY) girl. Deu-me, assim de um dia para o outro, e agora com o verão é altura de pôr as mãos na massa. Tenho ideias e tenho vontade - tudo o que é preciso para fazer as coisas, pelo menos, com alegria (não quer dizer, necessariamente, que saiam bem). O próximo projeto, em principio, vai ser um estojo, que vai testar as minhas capacidades recentemente adquiridas na máquina de costura.

Mas bem, o meu último DIY foi a transformação de umas calças largueironas - umas que estavam muito na moda há uns dois anos - numa saia. Ao dar uma reviravolta no meu armário deparei-me com aquelas calças, compradas algures na feira por um preço irrisório, mas que nunca usei muito, por serem muito grandes e pesadas para ir para a praia. Ia dá-las, mas a minha mãe sugeriu fazer algo de diferente com elas. E assim foi.

Podia mentir e dizer que fiz este trabalhinho todo sozinha, mas não: o trabalho foi quase todo da minha mãe, porque a tarefa adivinhou-se bem mais difícil do que parecia. O tecido estava enviesado (torto), e o diâmetro das antigas calças era enorme (mais de dois metros, parecia que não acabava). Não teria conseguido fazer sem os conhecimentos dela e sem a sua paciência. Aprendi a fazer uma saia - que, em circunstâncias normais, até seria fácil (por exemplo em ganga), por isso, apesar da minha pouca participação, ganhei uma saia nova e mais experiência.

Ficam as fotos que o comprovam.

 

As calças:

 

A saia (abaixo do joelho):

 

20
Jun14

Do it yourself

Carolina

Ando muito virada para as coisas "do it yourself" (diy). Nunca fui muito de bricolages, nunca tive muito jeito de mãos mas, sei lá, apeteceu-me - talvez por ver o verão a aproximar-se e saber que, mal esteja de férias, vou precisar de alguma coisa com que me entreter.

Comecei por fazer a minha própria coroa de flores - por causa do picnic de aniversário da minha mãe e depois de ter ido à Tiger e ver uma série de coisas giras (muitas delas trouxe - como disse ao pessoal na festa, a decoração foi "patrocinada by Tiger"), achei que toda a gente devia ter uma coroa. Claro que me esqueci do facto de aquilo demorar tempo e eu estar em época de exames, pelo que só consegui acabar uma a tempo e, no dia da festa, esqueci-me de a utilizar. Fui aos chineses, comprei flores falsas e fita verde, e com a cola quente e o arame que tinha cá em casa pus mãos à obra. E rebentei de orgulho com o resultado!

Por outro lado, também andava há muito tempo para aprender a mexer na máquina de costura. Pode parecer fácil, porque quem manuseia aquilo há muito tempo assim o faz parecer; mas nos primeiros tempos não é assim. Aprender a enfiar a máquina, os seus truques, como se faz o ponto em linha e o em zigue-zague, como se aumenta a amplitude, como se coloca a canela... essas coisas todas demoram o seu tempo. Já tinha aprendido mas tornei a reaprender - primeiro porque acho uma fortuna o preço que se paga por, por exemplo, se mandar subir uma bainha, e quero ser capaz de o fazer; segundo porque sempre estive ligada aos têxteis e, se ganhar mais traquejo, não escondo a vontade de fazer algumas das minhas próprias roupas; terceiro porque dá sempre jeito, para qualquer eventualidade, saber manusear uma máquina de costura, algo que nos dias de hoje não é assim tão vulgar.

Peguei, portanto, numas calças que se tinham rasgado (não percebo como é que estes desastres estão sempre a acontece nas minhas calças, mas enfim), cortei-as, fiz-lhes a bainha e ainda lhes pus uma renda para não ficarem só uns calções de ganga sem graça nenhuma. Se ficaram perfeitos? Não, claro que não. Há várias falhas: a linha não está certinha, a bainha deveria ter sido feita mais acima, não rematei as linhas como devia. Mas estão feitos, e foram só os primeiros. Talvez seja um inicio prometedor (talvez, se isto continuar, faça aqui uns tutoriais, hun?).

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Também estou aqui!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2017 Reading Challenge

Carolina has read 0 books toward her goal of 15 books.
hide

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

o