Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

[Entre Parêntesis]

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

24
Dez17

Feliz Natal, queridos leitores

Carolina

Hoje, em conversa aqui na cozinha, enquanto eu e a minha mãe andávamos de um lado para o outro, quais baratas-tontas para dar conta do recado, falava-se do espírito natalício. E eu dei conta que, de facto, o espírito natalício vai para além de montar a árvore de Natal, de comprar os presentes, de juntar a família. O Natal para mim é acordar demasiado cedo com o barulho dos tachos na cozinha, é pegar na tigela da minha bisavó - só usada uma vez por ano - para fazer os bolinhos de bolina, é perguntar a opinião sobre se está doce ou salgado, é chatear-me porque as opiniões não coincidem e dizer "olha, então para o ano fazes tu!!!", é lavar uma pilha de loiça e é cair para o lado no sofá depois de estar duas horas em frente ao fogão, enquanto vejo a minha mãe também a tirar uma merecida sesta perto de mim. 

No fundo, Natal é partilha, em todos os sentidos: até a partilha dos hábitos e tradições, perceber o valor daquela tigela onde durante tantos anos se fizeram aqueles bolos e aquela receita que a nossa mãe nos ensinou - e que a avó dela tinha ensinado à sua mãe, que por sua vez ensinou à minha. Natal é trabalho, mas se não fosse, pelos menos para mim, não era Natal. Este ano essa máxima foi levada a um expoente não tão agradável - não foi só o dia e a véspera de Natal que foram trabalhosos, mas sim o mês todo.

Fui engolida por Dezembro e a minha noção de tempo psicológico está um bocadinho dividida: por um lado, olho para trás e parece que passou tudo à velocidade da luz; por outro, enquanto vivia as coisas e ouvia o meu tic-tac cerebral a dizer-me que as coisas tinham que ficar feitas e que todos os dias os prazos apertavam cada vez mais, o tempo não parecia andar ao mesmo ritmo que eu, não me acompanhando o passo. "O lume brando é sempre o melhor tempero", dizem, e eu acho que o mesmo se aplica à vida: saboreamos muito melhor as coisas e damos-lhe muito mais paladar no final se tudo for feito lentamente. É assim que gosto de viver Dezembro e a época natalícia - e foi precisamente o oposto do que fiz, porque às vezes não temos escolha.

Mas é dos pequenos momentos que retiramos as melhores coisas, por isso há que os aproveitar. O meu projeto natalício ficou concluído e estou ansiosamente à espera para ver as reações da minha família a todos aqueles momentos que reuni. As rabanadas estão prontas, a aletria também, e os mais de três quilos de bolinhos de bolina que preparei estão à espera que eu termine este post para serem fritos. As prendas estão todas embrulhadas, com a certeza que depositei nelas todo o carinho, pensamento e atenção possível dada a época. E a minha peça de Natal no piano foi concluída com sucesso, ainda que longe da perfeição, mas no meio do caos destes dias não há como não ficar orgulhosa, senão do resultado final, pelo menos da minha preciosa gestão de tempo.

A minha mensagem natalícia é por isso acompanhada da minha pequena "performance", que serve para marcar também um dos maiores presentes que eu recebi este ano: o meu retorno ao piano. Desejo-vos então um óptimo Natal, com tudo o que desejam, para além de tudo o que é essencial: o quentinho da família, o sossego de uma boa saúde e a esperança de tantos Natais que ainda estão por vir. 

 

Feliz Natal!

 

 

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Também estou aqui!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2017 Reading Challenge

Carolina has read 0 books toward her goal of 15 books.
hide

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

Ranking