Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[Entre Parêntesis]

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

31
Jul12

As minhas tardes "olímpicas"

Carolina

Passei as últimas duas horas a ver a competição de equipas de ginástica artista feminina, nos jogos olímpicos. É esta a modalidade que mais gosto.

Quando era mais nova, cheguei a pratica-la, mas rapidamente se viu que eu não tinha nascido para aquilo. Mas nunca mais me esqueci e fiquei com uma adoração e admiração por quem a pratica.

As qualificativas já passaram e hoje eram as finais (estas disputam-se entre 8 equipas; há quatro aparelhos - solo, barras assimétricas, saltos de cavalo e trave - e todas as equipas passam por todos eles, em quatro rondas. Ou seja, em cada ronda, por cada aparelho, há duas equipas. O vencedor é aquele que tiver mais pontos, a soma das pontuações das 3(?) melhores atletas em cada aparelho, por país) - os EUA ganharam, justamente. Sem erros, com pouquíssimos deslizes. Perfeitas - e não vou falar dos saltos de cavalo, que até os apresentadores disseram "vir de um filme de ficção cientifica". Soberbo. Em segundo lugar ficou a Rússia, que até à última ronda disputou o ouro, mas que teve dois enormes deslizes no solo, o que ditou que ficassem "apenas" com a prata (era vê-las chorar que só elas). E a Roménia ficou com o bronze, que esteve renhido entre o Canadá e a China.

A China, para mim, é a melhor nas barras assimétricas - a energia com que fazem aquilo e a força... fico sem palavras. Também são muito bons na trave - que tem 10 centímetros de espessura -, que quando há deslizes é algo feio e... doloroso (eu já caí de uma trave, e lembro-me bem do tombo que é cair de 1,20 metros).

Enfim, estou aqui que nem posso. Adoro ver estas coisas. E quinta há mais, nas provas individuais. Não sei quem as vai disputar, mas apontei um ou dois nomes que me ficaram no olho, e estou a torcer por elas se participarem. Gabrielle Douglas é uma delas - uma americana que fez os quatro elementos e se demonstrou... perfeita. Ai, como eu gosto disto.

31
Jul12

E pela primeira vez estas férias, encontramo-nos

Carolina

DSC_0829

 

Desde que entrei de férias - ou na enclausura dos exames - deixei as minhas meias-eslásticas na gaveta. Mas a verdade é que o pé tem piorado e tenho dores ocasionais e hoje decidi que devia receber um tratamento de pressão, à moda antiga (que é como quem diz, como há uns meses atrás). Não está calor e aguenta-se bem. Há uns tempos, não me sentia bem sem meia - agora prefiro andar sem ela. É, sem dúvida, uma questão de hábito.

30
Jul12

Coisas que me pergunto

Carolina

Porquê que os filhos dos reis são reis e as suas respectivas mulheres apelidadas de rainhas e as filhas dos reis são rainhas e os respectivos maridos têm outro nome qualquer sem ser reis?

Se fui confusa, aqui fica um exemplo:

O Rei Juan Carlos de Espanha (que foi o coroado) casou com a actual Rainha Sofia.

A Rainha Isabel II (que foi coroada) casou com o Filipe, Duque de Edimburgo.

30
Jul12

Ídolos

Carolina

Ando desde o inicio do "Ídolos" para escrever um post sobre o assunto (agora reparem bem na extensão da minha preguiça - só o escrevo agora, porque escreve-lo depois seria demasiado inoportuno). Nunca tinha visto o Ídolos antes, pois o formato nunca me agradou por aí além, mas uma colega de escola estava no concurso e decidi acompanhar o percurso dela.

Era ver a escola em alarido e cartazes espalhados em apoio à Mariana. E todos os domingos eram posts no facebook sobre o assunto a encher-me o mural. Até ontem. A Mariana chegou à final e não venceu. Já a ouvi ao vivo, na escola, e gostei do que ouvi. Mas a verdade é que ela nunca me agarrou e torcia por ela porque era uma mulher do norte e uma "conhecida"; na minha opinião, a evolução do Diogo foi muito mais significativa e foi uma das suas músicas que eu estive a ouvir em repeat mode durante toda a semana anterior. Achava que o Diogo ia ganhar, e ganhou, e mereceu.

Mas este post não é só sobre isso. É também para dizer o quão mau aquele programa é. Podemos começar com o guarda-roupa: que coisa rasca era aquela, todas as semanas? Vestiam os concorrentes mal que só visto. As raparigas, que é onde se pode puxar mais pela imaginação, iam, a maior parte das vezes, com vestimentas de bradar aos céus. E o júri? O Manuel Moura dos Santos é a má educação em pessoa (chamar gaja à Barbara Guimarães e a mandar bocas foleiras em pleno directo?). O Pedro Abrunhosa, ontem, passou-se dos carretos e pôs-se a mandar vir com a Vanessa da Mata. Enfim, para meu espanto, o Tony foi o único que se safou. A Claúdia Vieira, embora goste muito dela, não tem espírito de apresentadora - fica a olhar para a câmara com o sorriso congelado, à espera que o Manzarra salve a situação. E, diga-se de passagem, os concorrentes em si também não eram nada de por aí além. Todos eles, colocados no American Idol, iam de vela logo na primeira gala.

Os meus domingos vão, finalmente, voltar à sua paz e normalidade.

29
Jul12

O porquê do meu telemóvel

Carolina

Sempre fui muito ligada às novas tecnologias, principalmente tudo o que é relacionado com computadores - aliás, durante vários anos o meu objectivo era seguir engenharia informática.

Sempre fui muito mais dependente do computador do que do telemóvel, e por isso dou muito mais importância ao primeiro do que o último. Tenho um telemóvel já a cair para o antigo, apesar de ser touch. Não é android, não tem wireless. E, muito sinceramente, não quero mudar. Este é pesado, é grandito e, nos parâmetros de hoje, é fraco. Mas eu sei que se me vir com um telemóvel com wireless e com joguinhos fixes e coisas que tais, não largarei o telemóvel - porque estes novos aparelhos não são telemóveis, são mini computadores. E eu tenho plena consciência que já passo demasiado tempo em frente a este ecrã, e que se arranjar um suplemento, esta depêndencia ainda se agravará mais.

Como tal, enquanto o meu telemóvel (velho, rasca, chasso, fraco) não quiser declarar a sua hora de óbito, continuará a fazer-me companhia.

28
Jul12

Jogos Olímpicos

Carolina

Praticar deporto não é a minha praia - eu dou para natação e badminton e não há mais nada que se aproveite. No entanto, gosto de ver os outros a pratica-lo, sendo essa a razão pelo qual, nos jogos olímpicos, a minha TV está geralmente ligada.

Ontem consegui ver a abertura quase toda e, apesar de não ter sido tão grandiosa como a de Pequim (era muito difícil bater aquilo, verdade seja dita), foi um musical de homenagem a Inglaterra - e que bela homenagem! As coreografias eram giras e eu adoro ver grandes movimentos de pessoas, a dançar ou actuar de uma forma sincronizada - adorava ter estado naquele estádio ontem. Ah!, não me esquecendo da Rainha que entrou na sua primeira curta metragem. Uma das coisas que gosto nos ingleses é a admiração que têm pela corte - aquilo, para eles, é uma festa (já se tinha visto no jubileu) e a ovação que fazem à Rainha é qualquer coisinha de espectacular.

Enfim, agora é ligar a televisão e ir vendo o que aparece, torcendo pelos portugueses que por lá andam. Eu gosto, particularmente, de ver as provas de ginástica - solo, trave, argolas, combinados, cavalo, tudo e mais alguma coisa -, salto à vara, corrida de barreiras e saltos para a piscina. Mas entretenho-me com quase tudo - ainda há uma hora estive a ver as provas de remo.

Let the games begin.

 

Pág. 1/9

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Também estou aqui!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2017 Reading Challenge

Carolina has read 0 books toward her goal of 15 books.
hide

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

o