Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

[Entre Parêntesis]

Tudo o que não digo em voz alta e mais umas tantas coisas.

31
Jan12

Argh

Carolina

Não sei que raio se passa comigo.

Ando exausta. Uma saída à baixa deixou-me como se tivesse apanhado com um tronco na cabeça - e que fez com que mal chegasse a casa me deitasse no sofá. Já desde ontem que, com o cansaço, fico cheia de dores ao mover o pescoço.  Tenho dores de cabeça. Continuo constipada e as dores de garganta são esporádicas.

Estou cansada (disto).

31
Jan12

Just for the record

Carolina

Eu ainda vou acabar por ler os Maias por causa daquela publicidade da Fnac que diz "Troque os Maias pela Meyer". Só para poder criticar à minha vontadinha.

Ai a vontade que eu tenho de me pôr a mandar vir com bloggers fechadinhos que só eles que por cá andam. Aiiii.

31
Jan12

Das memórias que ficam

Carolina

Uma mulher, em Portugal, vive em média 82 anos. São cerca de 30000 dias, 720000 horas de vida. A respirar, a piscar os olhos, a sentir.

No entanto, não se lembra nem de um quarto do que fez durante a sua vida. Há momentos que marcam - os nascimentos, as mortes, os casamentos, os divórcios; depois há aquelas memórias dispersas - que por vezes são as melhores - de dias afastados, sem que se se esperasse que deles se produzissem tão boas memórias. Dias simples, sem nada de mais - algo que achávamos que iríamos esquecer, mas que ali fica para sempre. Passeios, abraços, eventos, sorrisos.

Preciso de ter cinco vezes a minha idade para chegar aos 82 anos. Tenho que quintoplicar a minha vida vivida até lá chegar. Mas sei que alguns desses momentos - daqueles simples que vos falava - já estão marcados para sempre na minha memória. Vou ser velha e não me vou lembrar das datas; vou ser velha e não me lembrar dos nomes; mas acho que vou ser velha e me vou lembrar de que "isto, quando era novita, me proporcionou experiências inesquecíveis."

Sou uma privilegiada.

30
Jan12

Não nasci para actriz

Carolina

Para o trabalho de inglês, todos os grupos de trabalho tinham de fazer uma publicidade.

E na terça feira lá nos juntamos para fazer o trabalho. Máquinas para aqui, ideias para ali, e lá saíram dois anúncios: um de um shampô e outro de um sumo. E eu apareço em ambos - e mostro o quão mal fico em frente às câmaras.

Num terceiro vídeo, pusemos as gafes todas. Claro que é o maior vídeo de todos. E o mais divertido. E o que vai pôr aquela malta toda a rir. É razão para ter medo.

30
Jan12

É mesmo conversa de cabeleireira

Carolina

"Então Carolina, o cabelo já está a ficar grande... quando vens cortar mais um bocadinho?"

 

É incrível como elas adoram cortar. Parece que salivam só de pensar nisso.

De qualquer das formas, é uma nova questão-existêncial-cabeliana que se está a colocar: o que faço agora? Deixo-o crescer ou daqui a uns tempos torno a cortar para ficar igual ao que ficou quando o cortei da outra vez?

30
Jan12

Eu, bruxa

Carolina

Eu sabia, eu sabia, eu sabia. Só me enganei numa coisa: não foi em relação aos outros, foi em relação a mim.

Odeio ter pressentimentos. Fiz febre antes de sair de casa. Estava tudinho a dizer-me "Carolina, não saias de casa." E eu, teimosa, saí.

Lá fui ter com a minha amiga, que gentilmente me veio buscar a casa. O aperto continuava. Tudo bem até 500 metros antes de chegarmos ao parque do shopping. O carro começou a fazer um barulho estranho quando se fazia curvas um pouco mais apertadas, tanto para a direita como para a esquerda - era como se tivesse perro, embora tal não se sentisse na direcção. Mas o barulho era mesmo muito.

Estacionamos o carro, subimos até aos cinemas e comemos algo. Entretanto, liguei ao pai (homens são preciosos nestas alturas), e lá lhe disse o que se passava. E ele disse-me para ir devagarinho para casa, que tudo devia correr bem. E eu só pensava: "caraças, não me digas isso! Diz-me para não ir! Diz-me que me vens buscar!". Naquele momento, só pensava nos dois momentos em que senti um carro ficar sem direcção e eu estava dentro dele. E sabia que não queria repetir a sensação.

Posso dizer que não disfrutei do filme. Chegadas ao carro, uma enorme poça de óleo - o que, no fundo, foi o meu alívio, porque soube que não íriamos sair dali dentro daquele carro. E daí foi falarmos com o segurança, ele dizer-nos que o pronto socorro só estaria autorizado a entrar no parque amanhã e que era melhor arranjarmos transporte para casa - e foi a minha mãe que fez essa tarefa.

 

Stress a níveis altos, neste momento. Tão altos que só me apetece chorar - porque eu sabia que uma porcaria deste género ia acontecer.

Vou virar bruxa. Ou então vou à bruxa. Parece que as duas opções são viáveis.

29
Jan12

Dos dias assim-assim...

Carolina

Há dias em que tenho apertos no estômago e na garganta sem razão aparente. Tenho medo que sejam persentimentos. Apetece-me ligar e mandar mensagens a todos os que me são importantes e perguntar "estás vivo/a? está tudo bem?".

Não sei se é do meu sistema nervoso, que às vezes me põe o olho a tremelicar; não sei se é um pressentimento vindo de não sei onde; nem sequer sei se foi do café que tomei ao almoço. Sei que não gosto disto.

Pág. 1/13

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Também estou aqui!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Leituras

A ler:



goodreads.com


2017 Reading Challenge

Carolina has read 0 books toward her goal of 15 books.
hide

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Ranking